Agricultura familiar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 49 (12249 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
AS TRANSFORMAÇÕES RECENTES DA AGRICULTURA FAMILIAR NO RIO GRANDE DO SUL: O CASO DA AGRICULTURA EM TEMPO PARCIAL*
Sérgio Schneider*

Introdução
Neste artigo, analisam-se as transformações recentes da agriculmra familiar do Rio Grande do Sul ocorridas a partir da década de 70 na região da Colônia Velha alemã, hoje dividida nas microrregiões do Vale do Sinos, Encosta da Serra, Vale do Cai e Valedo Taquari. Anahsa-se o processo de desarticulação do tradicional sistema produtivo colonial através da crise da produção de leite nas pequenas propriedades e da emergência da agricultura em tempo parcial. Essa nova forma de organização do trabalho familiar e de produção agricola está intimamente ligada ao crescimento da acaciocult u r a como principal atividade produtiva comercial dos colonos eà busca de tiabalhos extra-agrícolas (sobretudo assalaríados) para obtenção de rendas por parte dos membros das famílias rarais. A partir dos anos 70, a agrícultura gaúcha foi submetida a um processo global de transformação. Entretanto essas mudanças não foram homogêneas e sequer seguiram um mesmo p a d r ã o . É opinião corrente que as üansfomiações da estmtura agráría do Brasil Merídional, apartir dessa década, levaram a imia modernização tecnológica da produção agropecuáría sem precedentes na sua históría. Nas análises econômicas e na maioría dos estudos sociológicos realizados nos dois últimos decênios, tomou-se

Este artigo é uma versão modificada de uma parte do Capítulo 3 de minha dissertação de mestrado Ver Schneider (1994). Sociólogo, Mestre em Sociologia pela UNICAMP eDoutorando em Sociologia na UFRGS, O autor agradece os comentários de Zander Navarro, Cláudia Schmitt e José Luís Bica de Melo a uma versão preliminar deste artigo, assumindo, no entanto, plena responsabilidade pelas idéias expostas e eventuais incorreções porventura remanescentes

argumento quase inquestionável a constatação do sucesso produtivo e dos efeitos sociais da modernização da agricultura.'Essas transformações alteraram significativamente o cenário mral da Região Sul do Brasil, inclusive em áreas tradicionalmente caracterizadas pela agricultura familiar de origem coloidal. O objetivo deste arügo é, portanto, demonstrar que existem algumas regiões onde o modelo agroindustrial de produção não é predominante. Mais do que isso, neste trabalho apresenta-se uma interpretação acerca dastransformações dos processos produtivos e da organização familiar do trabalho em uma região onde a agricultura não é mais a única e, em certos casos, nem é mesmo a mais importante atividade econômica da população mral. Ao contrário do que ocorreu na maior parte das regiões agrícolas do Rio Grande do Sid, na Colônia Velha alemã não se registraram significativos avanços no processo de modernização dabase tecnológica da agricultura. As transformações nos processos produtivos agrícolas não primaram pelo avanço tecnológico, sendo hmitadas e menos intensas se comparadas aos níveis alcançados em outras áreas. Neste trabalho, buscamos demonstrar que, não obstante essa defasagem tecnológica, foram exatamente essas áreas que, ao longo da década de 80, lograram índices expressivos de desenvolvimentoeconômico. E m nossa opinião, a expücação para esse fenômeno deve ser buscada em dois processos aparentemente distintos e virtualmente antagônicos, mas singularmente complementaies e articulados no escopo da análise sociológica que propomos. Trata-se, de um lado, das transformações nos processos de produção agrícolas e nas formas de reprodução da agriciütura familiar que podemos sintetizar pelaemergência de lun novo tipo de agrícultura, que denominaremos "agricultura em tempo parcial" (oupart-time farming). De outro lado, está o processo de industrialização difusa do setor coureiro-calçadista, que buscou expandir-se de modo descentralizado através da interiorização de suas unidades produtivas e do recmíamento de força de trabalho residente no espaço rural. Este artigo divide-se em três...
tracking img