Agricultura do antigo regime

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (756 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]




Ciências econômicas
EVOLUÇÃO DA ECONOMIA MUNDIALApesar do desenvolvimento das atividades mercantis e do crescimento das cidades, não somente a Europa do Antigo Regime, mas o mundo entre os séculos XV e XVIII permaneciamfundamentalmente agrária, onde 80 a 95% dos homens viviam da terra. No mundo rural se encontrava as mais profundas estruturas da época, demográficas e técnicas, de produção e de propriedade. Da agriculturaque devemos procurar o ponto de partida de avanços e recuos, da estabilidade e oscilação, das crises cíclicas, que caracterizam o Antigo Regime e que acabariam por determinar seu fim.
O regimedemográfico a exemplo dos séculos anteriores, a mortalidade tinha profundas variações enquanto a natalidade mantinha-se estável e a níveis elevados, sendo assim o elemento predominante nas variaçõespopulacionais, a redução na mortalidade por vários anos seguidos deixava um saldo demográfico logo absorvido por elementos que novamente aumentariam as taxas de mortalidade sendo eles: peste, fome,epidemias e a guerra.
O retorno cíclico da Peste Negra atingiu a Europa por diversas vezes até 1720, sua ultima manifestação foi em Marselha, porém antes disso a peste havia causado profundos vaziosdemográficos de maior proporção nas cidades, que chegava até quinhentas mortes para cada mil habitantes, do que na demografia rural, provocando acentuados recuos. A quantidade de doentes que morreram em quasetodo lugar a partir do século XVI era superior a 78%.
Paralelamente à peste, ocorriam epidemias de varias outras doenças, sobre tudo tifo, disenteria e tuberculose facilitada pela alimentação poucoprotética. A sífilis e a lepra também estavam presentes. A varíola e a difteria causavam inúmeras vitimas infantis, fazendo com que na França uma a cada duas crianças chegassem à idade adulta....
tracking img