Africa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1978 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O EXTRATIVISMO MINERAL - RECURSOS MINERAIS
OURO - cujo maior produtor mundial é a África do Sul, onde também são abundantes o ferro, o cromo, o manganês e o carvão.
DIAMANTE - a República Democrática do Congo é o segundo maior produtor mundial, seguida por Botsuana e a África do Sul.
COBRE - o sexto maior produtor é Zâmbia, rica também em cobalto.
PETRÓLEO - destacando-se em sua extração aNigéria, Angola e Gabão.
CARVÃO - do qual a África do Sul é o sexto produtor mundial.
MANGANÊS - a África do Sul (15% da produção mundial) e o Gabão (10%).

Em resumo:

AS RESERVAS MINERAIS AFRICANAS

CROMO - 97% da produção mundial
DIAMANTE - 92% da produção mundial
PLATINA - 71% da produção mundial
MANGANÊS - 50% da produção mundial
COBALTO - 60% da produção mundial
BAUXITA - 33% daprodução mundial
URÂNIO - 28% da produção mundial
VANÁDIO - 20% da produção mundial
COBRE - 13% da produção mundial

Além da importância do Continente Africano para obtenção de matérias-primas minerais e energéticas vitais para as economias dos países desenvolvidos, deve-se ressaltar o seu valor geopolítico: a rota marítima do Cabo, usada pelos grandes petroleiros; o acesso ao Oceano Índico eo controle do Mar Vermelho e sua ligação com o Mediterrâneo. Na África, ocorre uma convergência entre os interesses econômicos e as razões geopolíticas.

A África é um continente muito rico em fontes de energia e recursos minerais.[6] Sua exploração começou no século XIX, principalmente com empresas norte-americanas e europeias.[6] Tais empresas empregam mão-de-obra nativa, modernos e carosequipamentos e exploram os recursos minerais de quase todos os países.[6] Atualmente, os grupos econômicos externos ao continente dominam a exploração mineral.[6]
Tal como ocorreu com a agricultura, essa exploração sempre atendeu somente os interesses dos países exploradores.[6] Para conseguir seus objetivos, esses países aparelharam portos e construíram ferrovias.[6] Nunca, porém, com intenção deintegrar populações ou regiões, mas sim para ligar a zona de mineração com o porto exportador.[6] Quase toda a produção é exportada em esta: do bruto e se encaminha para a Europa, Estados Unidos e Japão.[6]
Com raras exceções, os países africanos não possuem condições para transformar seus minérios em produtos.[6] Não possuem capitais para aparelhar portos, construir ferrovias, rodovias eaeroportos, nem para comprar todos os equipamentos necessários;[6] também não têm tecnologia para construí-los.[6] Além disso, não podem contar com mão-de-obra especializada em número suficiente.[6]
Os principais produtos minerais são:[6]


Mapa-múndi com a relação dos maiores produtores de urânio do mundo.
minerais metálicos: manganês, bauxita, zinco, chumbo, níquel, cobalto, ferro;
mineraisnão-metálicos: fosfatos, urânio, petróleo;
minerais preciosos: ouro (cerca de três quartos da produção mundial), diamantes e prata.


Instalação petrolífera.
A África também é muito rica em fontes de energia.[6] O petróleo é produzido principalmente na Nigéria, na Líbia e na Argélia.[6] O setor hidrelétrico é rico. O continente possui um dos maiores potenciais do mundo, explicado pela presença degrandes e médios rios, correndo em áreas de planaltos.[6] Apesar do grande potencial, a Africa apresenta pequena produção de eletricidade.[6] Como ela não pode ser exportada, sua exploração não oferece nenhum interesse para os países exploradores.[6]
As reservas de urânio são as maiores do mundo, da mesma forma que sua produção.[7] Como acontece com os outros minerais, o urânio também é explorado porgrupos econômicos estrangeiros.[7]
Como podemos observar, a África é um continente muito rico em recursos minerais,[7] mas quando esses recursos são transformados em riquezas, poucos são os africanos que se beneficiam.[7] Além do mais, os recursos estão espalhados em seu território,[7] favorecendo os países de maneira muito irregular.[7]


Com aproximadamente 30,2 milhões de quilômetros...
tracking img