Africa do sul

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2059 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1. Introdução




O presente trabalho foi elaborado com o objetivo a descrever o desenvolvimento sócio e cultural da África do Sul. Trazendo em textos sua habitação,sua alimentação,direitos humanos e o aquecimento global.

A África do Sul é um país com mais de 47 milhões de habitantes, das mais diversas origens, culturas, línguas e crenças. Cerca de 79% são negros (ou Africanos),9% são brancos, 9% “mestiços” – o rótulo local para pessoas de mistura africana, asiática e branca – e 2,5% são Indianos / Asiáticos. Mais ou menos metade da população vive nas cidades.


2. Habitação




No ano de 1994 o Congresso Nacional Africano aprovou um programa de rescontrução e desenvolvimento político-econômico que considerava uma política de governo. A RDP estabeleceuuma meta de 300 mil casas a serem construídas por ano. Com um prazo de cinco anos para serem construídas um milhão de moradias de baixo custo. A África do Sul tem uma política habitacional atual que criaram raízes no livro de Branco de habilitação, afirmando pelo governo em dezembro de 1994.

A África do Sul tem feito grandes progressos em habilitação e entre outros serviços comoeletricidade, água para abastecer todo povo africano. Apesar de não concluir a meta de entregas de moradias de 350 mil por ano, o governo diz que sua entrega habitacional supera líderes com a Suécia, Cuba e Singapura. Com isso tem-se muito a ser feito para superar o atraso das habitações e conseguir água e eletricidade disponível e acessível para cada cidadão do nosso país.Mas a abordagem do governo sobrehabilitação tem como objetivos mobilizar e canalizar os recursos,combinados com os esforços e a iniciativa das comunidades do setor privado e do estado.

A meta entre as áreas urbanas e rurais é melhorar a qualidades de vida de todos os sul-africanos. As ênfases dos esforços devem se para os pobres ou para aqueles que foram desfavorecidos anteriormente. Para conseguir cumprir todos essesobjetivos viáveis e sustentáveis, tem-se que ser realizado uma série de intervenções com a finalidade de sustentar a política e a estratégia, tal como consta o desenvolvimento urbano e rural. O aumento da oferta é vencer a carteira de habitação, esse processo pode levar vários anos, de habitação de forma sustentável a um nível de 350.000 unidades por ano.

A África do Sul tem benefíciosde produtividade no resumo do listado acima, porém o investimento habitacional tem efeito positivo dando oportunidades de renda para grupos de baixa renda. Em alguns bairros, barracos de quintal são construídos para o turismo de habitação. Em ambos o desenvolvimento urbano e rural em cada um destes documentos, o ambiente do qual a casa está situada é reconhecida como sendo tão importante quanto acasa própria para satisfazer as necessidades e exigências de seus ocupantes.Com isso o processo habitacional deve dar uma contribuição positiva para a racial democrática integrada a sociedade.



3. Alimentação




Os africanos com os povos restantes do continente receberam “frutos” de todo o mundo, que incorporaram na sua direta, assim como suas próprias técnicas. O norte da Áfricaonde se tornou o cultivo de trigo (incluindo partes do norte,nordeste e leste da Etiópia e norte do Sudão).A África Subsaariana em geral,não é trigo,mas são outros vegetais farináceos que constitui a base de sua alimentação.

A África do Norte tem como alimentação uma espécie de pão e na África Subsaariana e massa cozida em água que é acompanha por diferentes grisados e grelhados. O arroze a batata encontram - se em várias regiões da África do Sul, atualmente pode-se dizer que a metade das refeições tem esses vegetais como fonte de energia.

Porém na África astral e oriental é o milho moído em pilões que servem para fazer substrato da culinária Africana. Nas regiões afastadas da costa é o sorgo o (cereal indígena) que cumpre o papel. A mandioca é outra igualmente de...
tracking img