Afasias

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1250 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
AFASIAS
PROF.ª VIVIANE MARQUES FONOAUDIÓLOGA NEUROFISIOLOGISTA MESTRE EM FONOAUDIOLOGIA COM PESQUISA EM MEMÓRIA

A história do alfaiate
Ana Lucia Tubero

Ele chega sozinho de pijamas e chinelos, apoiado em uma bengala. Esmurra a mesa várias vezes e formula um palavrão. Indócil, não fala. Inconformado, tenta falar. Não consegue. Esmurra a mesa. Outro palavrão. A memória fervilhando,histórias querendo ser contadas. A memória das coisas estava lá, suas histórias, passado e presente. A memória das palavras, onde buscá-las, como tornar as palavras presentes? Ele esmurra a mesa.
Fonoaudiologia: Recriando seus sentidos. Cap. VII

Profª Viviane Marques

Classificação das Afasias
O Sistema de classificação de Boston, relata oito síndromes de afasia clinicamente observáveis. O Sistemade classificação de Luria, relata sete tipos de afasia, a partir de estudos realizados com soldados na guerra.

Profª Viviane Marques

Afasias
Muitos autores em função da variabilidade e da complexidade e do número incontável de sistemas para classificar as afasias, adotam uma dicotomia para facilitar a classificação. 1. Afasia expressiva ou motora 2. Afasia receptiva ou sensorial Afasia de Broca

Profª Viviane Marques

Afasia de Broca

Profª Viviane Marques

Afasia de Broca
Expressão oral: Fala não-fluente Agramática

Profª Viviane Marques

Compreensão oral: Normal ou com déficit Expressão escrita: Similar a fala Agramática Compreensão escrita: Pouco alterada Alteração Motora: Comumente associada a um quadro de Hemiplegia ou Hemiparesia do lado direito, afetandoa metade inferior da face e o braço direito mais severamente do que a perna direita

Profª Viviane Marques

Profª Viviane Marques

Profª Viviane Marques

Ativação Somatotópica
– Durante a produção de fonemas com movimentos de língua e lábios as regiões ativadas estavam funcionando quando os sujeitos ouviam os mesmos fonemas e permaneceram ativas durante a movimentação das referidasestruturas.

Sidarta Ribeiro

Profª Viviane Marques

Estudos com PET, MEPs e TMS
– A ativação da área de Broca correlacionou com a facilitação do músculo da boca, Sugerindo que Broca prepara o sistema motor para responder à percepção da fala.

Profª Viviane Marques

Afasia de Wernicke

Profª Viviane Marques

Afasia de Wernicke
Expressão oral: Fala fluente Logorréica JargãoParafasias Neologismos Compreensão oral: Lesão no centro audioverbal, não compreende a palavra falada, também denominada de surdez verbal. Falha em tarefas simples. Compreensão escrita: Alterada Grafismo preservado Alteração Motora: Raramente Hemiplegia concomitante. Por apresentam caligrafia satisfatória. têm isso,

Afasia de Condução

Profª Viviane Marques

Afasia de Condução

Profª VivianeMarques

Expressão oral: Fala fluente. Alteração na escolha e seqüência dos fonemas, erros parafásicos, déficit articular, anomia. Principal alteração: repetição Compreensão oral: Normal ou levemente alterada. Compreensão escrita: Disortografia Grafismo preservado Alteração Motora: Hemiplegia é rara, quando presente, a fraqueza muscular atinge mais o braço do que a perna. Dispraxia ideomotora émais comum.

Lesões: Em geral extensas lesões que podem incluir os principais centros de linguagem em regiões corticais e regiões subcorticais, incluindo todo o cérebro. Todas as funções importantes de linguagem estão seriamente deficientes, incluindo a expressão e a recepção da linguagem. A Compreensão oral apesar de muito comprometida, se apresenta melhor do que a produção verbal. Sinaisneurológicos associados: hemiplegia, perda sensorial, alteração de campo visual, distúrbio de atenção. Repetição, nomeação, leitura e escrita comprometidos.

Afasia Global

Profª Viviane Marques

Afasia transcortical motora: Fala não-fluente, ecolalia, boa compreensão, boa repetição. Está associada à ruptura das vias que conectam o centro do conceito ao centro expressivo da fala.. Afasia...
tracking img