Aec modelos de auto controle

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5461 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Psicologia: Teoria e Pesquisa Set-Dez 2002, Vol. 18 n. 3, pp. 337-343

Modelos de Autocontrole na Análise Experimental do Comportamento: Utilidade e Crítica1
Elenice S. Hanna2 Universidade de Brasília João Claudio Todorov Universidade de Brasília e Universidade Católica de Goiás
RESUMO - O presente trabalho discute o conceito de autocontrole na análise do comportamento nas contribuições deSkinner, Rachlin e Mischel a partir de diferentes usos do termo. Autocontrole envolve: (1) uma resposta controlada (Rc) que é parte de uma ou uma combinação de contingências que programam reforçamento e punição para a mesma resposta; (2) uma história individual que estabelece propriedades aversivas para Rc; (3) um comportamento controlador (Rc’) que modifica algum aspecto das condições ambientaisenvolvidas no controle de Rc, e conseqüentemente produz (4) mudança na probabilidade de Rc. São apresentados dois modelos experimentais de autocontrole amplamente testados na literatura e discute-se que o que tem sido feito no laboratório é insuficiente para dar conta da amplitude do conceito como apresentado por Skinner. Palavras-chave: autocontrole; Análise Experimental do Comportamento.

Modelsof Self-control in the Experimental Analysis of Behavior: Utility and Criticism
ABSTRACT - The present study discusses the concept of self-control in behavior analysis and contributions of Skinner, Rachlin and Mischel. Self-control comprises: (1) a controlled response (Rc) that is part of one or a combination of contingencies with reinforcement and punishment programmed for a single response;(2) an individual history that establishes aversive properties for Rc; (3) a controlling behavior (Rc’) that modifies some aspects of the environmental conditions of Rc contingencies, and consequently produces (4) changes in the probability of Rc. Two experimental models widely reported in studies of self-control are presented and we argue that the literature has been insufficient to count for thebroad concept as it was presented by Skinner. Key words: self-control; Experimental Analysis of Behavior.

Um pesquisador poderia facilmente justificar a utilização de paradigmas experimentais de comportamentos complexos demonstrando que esses modelos possibilitam a investigação sistemática de variáveis que afetam esses comportamentos. À medida que os fatores envolvidos são identificados,previsão e controle desses comportamentos em contextos clínicos e educacionais tornam-se possíveis (Todorov, 1989). Entretanto, é comum encontrarmos na linguagem do dia a dia o caso de um só termo utilizado para significar um comportamento complexo e significar também uma fonte de variáveis controladoras desse comportamento. Um exemplo é o conceito de autocontrole. As concepções de autocontrole como umtraço de personalidade, uma característica inata dos indivíduos ou uma força interior que possibilita o controle de suas próprias ações contrastam com observações casuais de que uma mesma

1

Uma versão preliminar deste trabalho foi apresentada na XXX Reunião Anual de Psicologia, Sociedade Brasileira de Psicologia, Brasília - DF. Endereçar correspondência para Elenice S. Hanna ou João ClaudioTodorov, Departamento de Processos Psicológicos Básicos, Instituto de Psicologia, Universidade de Brasília, Brasília - DF, 70.910900 (E-mail: hanna@unb.br, todorov@unb.br). Os autores agradecem os comentários de William McIlvane.

pessoa pode apresentar diferentes graus de autocontrole em situações diferentes, como também na mesma situação o autocontrole pode diferir em etapas diferentes da vida.As crianças são geralmente descritas como mais impulsivas do que os adultos. Apesar dos resultados de Darcheville, Riviere e Wearden (1992) mostrarem que crianças também se comportam com autocontrole, a maioria de nós, às vezes mesmo com vontade, não se comportaria como um bebê em qualquer lugar, ou em situação desconfortável não choraria ou gritaria, como fazem muitas crianças. Quando adultos...
tracking img