Adolescencia: a violencia e o menor infrator

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1592 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
ADOLESCÊNCIA; A VIOLÊNCIA E O MENOR INFRATOR

Trabalho Interdisciplinar apresentado ao Curso de serviço social1º semestre 2011/1
Da UNOPAR – Universidade Norte do Paraná
Prof s Adarly Rosana Moreira Goes
Gleiton Lima
Giane Albiazzetti
Rosane Ap. Belieiro Malvezzi
Lisnéia Rampazzo

Cataguases
2011
SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO........................................................................................................3
2DESENVOLVIMENTO...............................................................................................4
3 CONCLUSÃO...........................................................................................................8REFERÊNCIAS............................................................................................................9

3
INTRODUÇÃO

A atual situação dos menores infratores no Brasil dividem opiniões. De um lado, os que acreditam que a impunidade é um dos grandes fatores que incentivam os jovens a entrarem nessa vida de contrariedade com a lei edo outro lado, estão os que acreditam que estes jovens devam ser trabalhados para uma ressocialização ao invés de julgados.

4
2 DESENVOLVIMENTO

O adolescente em conflito com a lei, ou menor infrator, como é chamado no meio que defende os DireitosHumanos, está cada vez mais em evidência na sociedade e nos meios de comunicações, visto que as estatísticas mostram que cresce assustadoramente o número desses adolescentes, e cada vez mais crianças estão entrando nessa situação também.
Alguns profissionais de estudos humanos acreditam que no meio onde eles nascem e nas condições que eles vivem seria praticamente impossível eles nãoentrarem no mundo do crime.
Porém, existem adolescentes de famílias estruturadas financeiramente que entram nesse caminho.Acreditasse então que a impunidade brasileira é a grande culpada por esse crescimento desenfreado.O adolescente em conflito com a lei é hoje um dos maiores alvos de estudos psicológicos, comportamental e etc. Isso se deve ao atual aumento de pessoas nesta situação.De acordocom a Revista Veja de 8 de novembro de 2000 o número de adolescentes infratores cresceu 400% em relação aos anos anteriores em São Paulo. Em Minas Gerais, as coisas não estão muito diferentes “no ano passado, 9.864 menores foram apreendidos na capital e encaminhados ao Centro Integrado de Atendimento ao Adolescente Autor de Ato Infracional de Belo Horizonte (CIA-BH). Desse total,2.182 foram detidos por tráfico de drogas (27,2%) e 1.483 por uso de entorpecentes (18,5%), o equivalente a 45,7% das ocorrências. Foram 855 apreensões por furto (10,7%) e 619 por roubo (7,7%). O envolvimento dos jovens com menos de 18 anos em outros crimes violentos continuaram em baixos patamares: foram 32 apreensões por homicídio (0,41%) e 24 por tentativa de assassinato (0,3%). Noentanto, houve uma explosão dos estupros - 18 casos (0,2%) -, delito que não apareceu nas estatísticas do CIA-BH em 2009.Os números constam no relatório estatístico 2010 do Setor de Pesquisa Infracional (Sepi) da Vara Infracional da Infância e da Juventude da capital.” Outra situação que nos preocupa muito, é a idade que esses jovens estão entrando no mundo do crime. Cada vez mais cedo,crianças têm seus corpos abusados sexualmente e viram “aviãozinhos”, levando e trazendo

5
encomendas de drogas para bandidos justamente por não terem maioridade penal, nas mãos de traficantes que também os iniciam nas drogas e os fazem viciar, aí eles...
tracking img