Acidente por falta de epi

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1227 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ÍNDICE

1-RESUMO 3


2-INTRODUÇÃO 3


3-COMPOSIÇÃO DAS TINTAS 4


4-Pigmentos 4


5-Veículo Fixo 5


6-Solventes 5


7-Aditivos 5


8-PROCESSO DE FABRICAÇÃO 5


9-PROPRIEDADES DAS TINTAS. 8

9.1 AS TINTAS DISPONÍVEIS NO MERCADO. 9

10.-LIXAMENTO 10


11.-DILUIÇÃO DE TINTAS. 11

11.1-Tintas - dicas para um melhor aproveitamento! 12
11.1.1.-Produtos paratintas 13

12.-APLICAÇÃO 15

As tintas indicadas para cada superfície 15

13.-A durabilidade prevista para pinturas internas e externas 17


14.-Pintando Madeira 19

14.1-A Madeira 19
14.1.1-Derivados da madeira 20

15.-Processos de pintura 21

16.1-Tipos de vernizes e modo de aplicação. 21

17-IMPACTOS AMBIENTAIS 22


18.-PRINCIPAIS NORMAS. 23


19-CONCLUSÃO 24REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 25







1-RESUMO

Nenhum material está isento da ação do intemperismo. A degradação (corrosão) pode ser minimizada com os revestimentos superficiais proporcionados pelas tintas e correlatos. Além do efeito protetor, as tintas ainda apresentam um valor estético, melhorando a aparência dos produtos manufaturados. A obtenção das tintas começa com areunião de algumas matérias-primas selecionadas: pigmentos, veículo fixo (óleos e/ou resinas), solventes e aditivos. Operações unitárias – como mistura, dispersão, moagem, diluição, filtração e envase – são responsáveis pelo produto final. Nos últimos anos, o desenvolvimento tecnológico nesse setor tem sido intenso. Estimulados pelo exigente mercado e pelas restrições ambientais, os fabricantestêm se empenhado a melhorar o processo, tornando-o mais limpo, sustentável e com menores custos. Será abordado neste artigo, desde a mistura dos constituintes até o envasamento e aplicação das tintas.

Palavras-Chave: tintas, proteção superficial, estética
2-INTRODUÇÃO

A ação do intemperismo sobre os materiais causa danos indesejáveis à economia e até à segurança em toda parte. Materiaiscomo o metal, sem o recobrimento apropriado, são mais suscetíveis à deterioração (corrosão). Material deteriorado reporta problemas. Desta maneira, as tintas, os vernizes são usados como recobrimento superficial para proteger o material, evitar prejuízos e danos pessoais que podem ser irreparáveis.
A proteção não é a única utilidade das tintas. Também são empregadas de maneira artística, poisdeixam mais atraente os artigos manufaturados e ambientes.
A indústria de recobrimento é antiga. Segundo a Bíblia, Noé revestiu a arca com betume por dentro e por fora. Na antiguidade, o homem usava argila e vegetais que tinham pigmentos desejados. O ocre e o vermelho procediam das argilas. Para o preto, utiliza-se o carvão ou o óxido de manganês raspado das paredes das covas. Comoaglutinante, utilizavam-se gorduras ou sangue de animal.
A mola propulsora para o avanço tecnológico deste mercado foi o desenvolvimento de novos polímeros (resinas) no século XX. Ao longo do tempo, os recobrimentos superficiais foram divididos em: tintas, vernizes, esmaltes, lacas, tintas de impressão, polímeros.
As matérias primas necessárias para a produção de quase todos os tipos de tintas sãoconstituídas pelos pigmentos, solventes, aditivos e veículo fixo (resinas e óleos). Em uma produção em massa, o processo consiste em pesagem e mistura das matérias primas em um tanque de alimentação. Posteriormente, operações unitárias físicas (mistura, dispersão, completagem, filtração e envase) dão origem ao produto final. A formulação apropriada das tintas é especificada para um empregoparticular que podem ser a cobertura, coloração, resistência ao tempo, lavabilidade, lustre, propriedades anticorrosivas de metais e consistência, conforme o tipo de aplicação.
Produzir toda essa variedade de produtos, gera impactos ambientais. Como exemplo, as matérias primas e produtos auxiliares utilizados no processo possuem propriedades tóxicas e corrosivas. Sendo assim, é necessário um...
tracking img