Acessibilidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3084 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
ESCOLA ESTADUAL DR JOAQUIM AUGUSTO DA COSTA MARQUES

SALA DO EDUCADOR

PLANO DE AÇÃO PEDAGÓGICO

Denise – MT
2012
ESCOLA ESTADUAL DR JOAQUIM AUGUSTO DA COSTA MARQUES

SALA DO EDUCADOR

FÁBIO DE OLIVEIRA SOUZA
GILDETTE VALADÃO DE OLIVEIRA

“DEFICIENTES OU DIFERENTES”, NA BUSCA DA IGUALDADE.

Trabalho apresentado como requisito de avaliação de Formação Continuada/Sala do Educadorda Escola Estadual Drº Joaquim Augusto da Costa Marques.

Denise – MT
2012

Curso de Formação Continuada – Sala do Educador

Plano de Ação Pedagógico

Professores autores:

Fábio de Oliveira Souza

Gildette Valadão de Oliveira

Não existe alguém que nunca teve um professor na vida, assim como não há ninguém que nunca tenha tido um aluno.IÇAMI TIBA

SUMÁRIO

1.0 INTRODUÇÃO2.0 JUSTIFICATIVA3.0 OBJETIVOS3.1 OBJETIVO GERAL3.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS4.0 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA5.0 METAS A SEREM ALCANÇADAS6.0 AÇÃO DESENVOLVIDA.7.0 CONSIDERAÇÕES FINAIS8.0 BIBLIOGRAFIA9.0 ANEXOS | 567778910111213 |

.

1.0 INTRODUÇÃO

As condições de acessibilidade em ambientes físicos tais como escolas, teatros, universidades edemais logradouros públicos podem facilitar em muito para que a inclusão social ocorra. No meio escolar, deparamos com muitas escolas que ainda não estão adaptadas para receberem alunos com necessidades especiais, principalmente quando temos em foco alunos com deficiência física.
Cada vez mais o livre acesso de pessoas, sejam crianças ou adultos, homens ou mulheres, em todos os lugares estão sendopossíveis, graças a mudanças no estilo de construções aliadas as conscientizações das pessoas no sentido de facilitar cada vez mais a acessibilidade de todos.
Sabe-se que é difícil ter um padrão correto em todos os locais de acesso da população, e ainda estamos longe de poder favorecer a todos o direito de ir e vir, principalmente quando se trata de pessoas com deficiência seja ela de qualquernatureza.
Com a inclusão educacional, as escolas devem respeitar a diversidade, possibilitar a todos os alunos o seu acesso, preparar-se para receberem estes alunos e responder às necessidades educacionais de cada um deles, pois, sabemos que o ambiente é de extrema importância no dia a dia de todos, e a responsabilidade de ter uma relação de bem estar com as pessoas que o utilizam.
A questão dainclusão de portadores de necessidades especiais em todos os recursos da sociedade ainda é recente no Brasil, mas mesmo sendo muito nova essa questão da inclusão, movimentos nacionais tem buscado um consenso para uma integração política de inclusão de pessoas portadoras de deficiência na escola regular. Com isso podemos questionar que passo fundamental deve ser dado para mudar o quadro demarginalização dessas pessoas, como: alteração da visão social; inclusão escolar; acatamento à legislação vigente; maiores verbas para programas sociais, aperfeiçoamento e qualificação de profissionais.
Com ênfase na questão da inclusão, é cabível a todos os integrantes da sociedade lutar para que a inclusão social dessas pessoas seja uma realidade brasileira, que por vias das dúvidas é encarada deforma diferenciada, em que se introduzem ópticas negativas e ações desfavoráveis a cada indivíduo envolvido, ou seja, a cada portador de necessidades especiais.

2.0 JUSTIFICATIVA

Hoje o Brasil dá mais ouvidos ao termo acessibilidade do que a anos atrás. Pois é preciso que as pessoas se conscientizem da importância que tem de fazer adaptações em lugares freqüentados por pessoas com deficiência,saber da importância que tem um desnível de 1,5 centímetros já é o suficiente para impossibilitar o acesso de uma cadeira de rodas, que uma porta comum com 70 centímetros de largura, não possibilita a passagem de uma cadeira de rodas e que com apenas 10 centímetros a mais, a passagem é possível.
  Se em todos os lugares, tivessem um ambiente adaptado com melhores condições de acesso, melhor...
tracking img