Aborto em casos de anencefalia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2252 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Aborto em caso de anencefalia: uma questão ética, cientifica e religiosa.
Introdução
Este trabalho tem como objetivo introduzir conhecimentos sobre a anencefalia, de modo geral, retratando suas implicações na vida da mãe e do próprio bebê. Também será abordada a visão sobre tal tema mediante as diversas opiniões a ele dirigidas. Como é um assunto com teor polêmico acaba gerando comoção ecríticas sem embasamento científico, mas este artigo busca impessoalidade ao abordá-lo, mostrando ambos os lados, conservador e revolucionário, cabendo ao leitor definir o que teve maior afinidade para consigo.

Ao contrário do que o termo possa sugerir, a anencefalia não caracteriza casos de ausência total do encéfalo, mas situações em que se observam graus variados de danos encefálicos. Esta é umadoença letal, porém foi observada a ocorrência de casos em que o recém-nascido sobreviveu por mais de dois anos. Este fato levou a divergências sobre abortar ou não o feto, assunto que será abordado nas próximas páginas.

Casualmente, a opinião das autoras poderá ser empregada no texto ao expor dados que comprovem ser a visão de uma maioria. Obviamente, não corresponderá a uma verdade absoluta,apenas uma reunião de fatores individuais associados a dados coletados (pela internet, artigos, jornais televisivos).

Revisão de Literatura


Diante de tantas opiniões diversas de tantas pessoas de diferentes áreas, tentamos filtrar algumas opiniões através das quais pudéssemos nos apoiar para verificar os dois lados da moeda, de forma a sermos o mais imparcial possível sobre o caso deabortos em casos de fetos anencéfalos.

Assim encontramos opiniões como a do médico docente em genética na Universidade de São Paulo (USP) e especialista em medicina fetal, Thomaz Rafael Gollop, que acredita que a sobrevida sem a estrutura cerebral é, na maioria dos casos, de poucas horas. "A anencefalia é um defeito congênito, que atinge o embrião por volta da quarta semana de desenvolvimento, ouseja, numa fase muito precoce. Em função dessa anomalia, ocorre um erro no fechamento do tubo neural, sem o desenvolvimento do cérebro", diz. Para Gollop, a chance de sobrevida por um período prolongado é "absolutamente inviável". De acordo com as estatísticas 50% dos fetos morrem ainda dentro do útero, enquanto dos que nascem 99% morrem logo após o parto; Segundo o professor de bioética daUniversidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), José Roberto Goldim, "Os que sobrevivem, conseguem fazer o movimento involuntário de engolir, respirar e manter os batimentos cardíacos, já que essas funções são controladas pelo tronco cerebral, a região que não é atingida pela anomalia. Alguns não precisam do auxílio de aparelhos e chegam até a serem levados para casa, mas vivem em estado vegetativo, sema parte da consciência, que é de responsabilidade do cérebro". Ao mesmo tempo, este afirma que é importante desmistificar a visão de que a anencefalia é incompatível com a vida extrauterina. “Temos um caso em Porto Alegre, no Hospital de Clínicas da UFRGS, de paciente que viveu quatro meses. Enquanto para algumas mães é um sofrimento levar adiante uma gestação que vai resultar em morte, paraoutras é importante permitir o curso natural até a morte", diz ao defender o direito de escolha nesses casos.

Anencefalia


Anencefalia é uma doença descrita como uma má formação fetal do cérebro. Ao contrário do que o termo indicaria, não significa a ausência total do encéfalo. O bebê pode apresentar partes do tronco cerebral ativas, o que implicaria na presença de certas funções vitais ereflexos instintivos. Apesar disso, em cerca de metade dos casos, a vida é interrompida no útero ou então, em hipóteses excepcionais, adiada até poucos minutos ou horas após o parto, tendo fim por parada cardiorrespiratória.

A doença pode ser diagnosticada por meio de exame de ultrassom durante o pré-natal. A acurácia é bastante significativa, não relatando grandes dúvidas sobre o diagnóstico. Um...
tracking img