13 Dias que abalaram o mundo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (361 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Nome: Fabiana Freire
Turma: 2132


Thirteen Days (Treze Dias que Abalaram o Mundo), um filme com roteiro baseado no livro de Robert F. Kennedy que mostra o governo dos EUA de maneiraorganizacional.
Envolvido em um ambiente de indecisões, o Presidente juntamente com seus assessores e aliados de várias partes como Exército, Aeronáutica, ONU, etc., sendo incentivado pelos fatoresexternos e a falta de informações concretas, ele (o Presidente), procurava a melhor maneira para lidar com o “inimigo” mesmo com a pressão e contrariedade dos ensinamentos militares ali representados,creio que partindo do pensamento que “a racionalidade não nos salvará!”. Por sua vez não dispensava nenhuma das partes, “maximizando a eficiência” e com estes era possível identificar os impactos quea decisão escolhida traria. Em quase toda sua durabilidade de filme é notável o clima de tensão em função do que se vivia.
Olhando o filme pelo ponto de vista Administrativo, podemos notar apresença imprescindível do Planejamento Estratégico; Tomada de Decisão; Hierarquia e a Divisão do Trabalho. Também visualizamos as Formalidades
para com o Presidente e/ou outros superiores.Quanto à posição do Presidente, sempre contida e buscando ver todos os lados de suas análises em relação às estratégias mencionadas, “preparado para reexaminar suas razões”, agiu corretamente, porémperigosamente, pois toda aquela cautela de ir pra cima deles poderia ter dado errado e os Navios não terem recuado. O outro pólo poderia estar pensando da mesma forma como algumas partes do EUA e querendoGuerra também, sem pensar em quantas vidas podiam ser perdidas apesar de estarem em menor quantidade para combate, contraditando que “a proporcionalidade dever ser uma regra na guerra”, mas é acultura Militar que estava falando mais forte.
Objetivando os dois lados a manterem seu poder, “mantendo empatia com o inimigo”, o Presidente Kennedy, concluída a questão que não havia tanto a...
tracking img