12441

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 755 (188665 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
D. QUIXOTE
VOL. I Cervantes
D. Quixote de La Mancha — Primeira Parte (1605) Miguel de Cervantes [Saavedra] (1547-1616) Tradução: Francisco Lopes de Azevedo Velho de Fonseca Barbosa Pinheiro Pereira e Sá Coelho (18091876) Conde de Azevedo Antônio Feliciano de Castilho (1800-1875) Visconde de Castilho Edição eBooksBrasil www.ebooksbrasil.com Versão para eBook eBooksBrasil.com Fonte DigitalDigitalização da edição em papel de Clássicos Jackson, Vol. VIII Inclusões das partes faltantes confrontadas com a edição em espanhol da eBooksBrasil.com (1999, 2005) Copyright Autor: 1605, 2005 Miguel de Cervantes Tradução Francisco Lopes de Azevedo Velho de Fonseca Barbosa Pinheiro Pereira e Sá Coelho António Feliciano de Castilho Capa: Honoré-Victorin Daumier (1808-1879) Retrato de Cervantes: EduardoBalaca (1840-1914) Edição: 2005 eBooksBrasil.com

ÍNDICE
Nota do Editor D. Quixote (em comemoração de seu quarto centenário) Teotonio Simões D. Quixote (em comemoração de seu terceiro centenário) Rudolf Rocker D. QUIXOTE Taxa Testemunho das Erratas O Rei Ao Duque de Béjar PRÓLOGO AO LIVRO DE D. QUIXOTE DE LA MANCHA Urganda a desconhecida Amadis de Gaula a D. Quixote de la Mancha D. Belianisde Grécia a D. Quixote de la Mancha A Senhora Oriana a Dulcinéia del Toboso Gandalim, escudeiro de Amadis de Gaula, a Sancho Pança, escudeiro de D. Quixote Do Donoso, Poeta Entreverado, a Sancho Pança e Rocinante Orlando Furioso a D. Quixote de la Mancha O Cavaleiro do Febo a D. Quixote de la Mancha De Solisdão a D. Quixote de la Mancha Diálogo entre Babieca e Rocinante D. Quixote de la Mancha:Capítulo I Que trata da condição e exercício do famoso fidalgo D. Quixote de La Mancha. Capítulo II Que trata da primeira saída que de sua terra fez o engenhoso D. Quixote. Capítulo III No qual se conta a graciosa maneira que teve D. Quixote em armar-se cavaleiro. Capítulo IV Do que sucedeu ao nosso cavaleiro saindo da venda. Capítulo V Em que se prossegue a narrativa da desgraça do nosso cavaleiro.Capítulo VI Da curiosa e grande escolha que o padre cura e o barbeiro fizeram na livraria do nosso engenhoso fidalgo. Capítulo VII Da segunda saída do nosso bom cavaleiro D. Quixote de la Mancha. Capítulo VIII Do bom sucesso que teve o valoroso D. Quixote na espantosa e jamais imaginada aventura dos moinhos de vento, com outros sucessos dignos de feliz recordação. Capítulo IX Em que se conclui aestupenda batalha que o galhardo biscaínho e o valente manchego tiveram. Capítulo X Graciosas práticas entre D. Quixote e seu escudeiro Sancho Pança. Capítulo XI Do que a D. Quixote sucedeu com uns cabreiros. Capítulo XII

Do que referiu um cabreiro aos que estavam com D. Quixote. Capítulo XIII Em que se dá fim ao caso da pastora Marcela, com outros sucessos. Capítulo XIV Onde se põem os versosdesesperados do pastor defunto, com outros imprevistos sucessos. Capítulo XV Em que se conta a desgraçada aventura, que a D. Quixote ocorreu com uns desalmados iangueses. Capítulo XVI Do que sucedeu ao engenhoso fidalgo na venda que ele imaginava ser castelo. Capítulo XVII Em que se prosseguem os inumeráveis trabalhos, que o bravo D. Quixote e seu escudeiro Sancho Pança passaram na venda, que ofidalgo por seu mal cuidara ser castelo. Capítulo XVIII Onde se contam as razões que passou Sancho Pança com seu senhor D. Quixote com outras aventuras dignas de ser contadas. Capítulo XIX Das discretas razões que Sancho passava com o amo e da aventura que lhes sucedeu com um defunto, e outros acontecimentos famosos. Capítulo XX Da nunca vista nem ouvida aventura que jamais cavaleiro algum famoso nomundo acabou, e a concluiu, quase sem perigo, D. Quixote de la Mancha. Capítulo XXI Que trata da alta aventura e preciosa ganância do elmo de Mambrino, com outras coisas sucedidas ao nosso invencível cavaleiro. Capítulo XXII Da liberdade que D. Quixote deu a muitos desafortunados, que iam levados contra sua vontade onde eles por si não quereriam ir. Capítulo XXIII Do que ao famoso D. Quixote...
tracking img