A Dif Cil Tarefa Da Profissionaliza O Na Empresa Familiar

Páginas: 5 (1068 palavras) Publicado: 22 de julho de 2015
A Difícil Tarefa da Profissionalização na Empresa Familiar (Por Sandra Regina da Luz Inácio)
Um congresso internacional de administração me fez ver que não existe no idioma inglês uma tradução para o termo brasileiro “profissionalização”. Isso indica que esse vocábulo de fácil trânsito não passa mesmo de uma confusão semântica, pois ao tentar explicar tudo acaba não tendo precisão. Senãovejamos.
Profissionalização é o processo pelo qual uma organização familiar ou tradicional:
1. Assume práticas administrativas mais racionais, modernas e menos personalizadas;
2. É o processo de integração de gerentes contratados e assalariados no meio de administradores familiares;
3. É a adoção de determinado código de formação ou de conduta num grupo de trabalhadores (exemplo: artistas);
4. É asubstituição de métodos intuitivos por métodos impessoais e racionais;
5. É a substituição de formas de contratação de trabalho arcaicas ou patriarcais por formas assalariadas.
Na empresa familiar, profissionalização implica em três pontos básicos:
1. O sucesso em integrar profissionais familiares na Direção e na Gerência da Empresa;
2. O sucesso em adotar práticas administrativas mais racionais;
3. Osucesso em recorrer à consultoria e à assessoria externas para incorporar sistemas de trabalho já exitosos em empresas mais avançadas ou recomendadas nas universidades e nos centros de pesquisa.
Por mais acurado que seja o planejamento dessa profissionalização, os novos profissionais deverão ser integrados paulatinamente e com cuidado, sendo que cada erro é um reforço ao sistema anterior.
A questãodos profissionais não-familiares é delicada porque ela parte da premissa de que a família não é capaz de dirigir sozinho o negócio, seja porque não tem suficiente número de familiares, seja porque nem todos são competentes. O primeiro erro da profissionalização consiste em “massificar” ou em apressar o processo. Importante é começar com poucos e bons.
Cada profissional que fracassa é um reforçoaos setores mais reacionários da família a esse processo de modernização. Além disso, sabemos que é muito fácil contratar e difícil demitir uma grande pessoa de destaque na sociedade: uma figura da administração pública, um oficial da reserva de uma corporação militar, um técnico famoso entre seus colegas de profissão. Na entrada para a empresa pode ter havido precipitação, entusiasmo,generosidade; na saída, há maneiras canhestras de conduzir o processo, deselegâncias, irritação.
O profissional passa a fazer parte de um triângulo nem sempre amoroso entre a Família, a Empresa e o Grupo dos Profissionais. Ele observa como a família se relaciona com a empresa e com os profissionais. Esse convívio nos três lados do triângulo começa com problemas quando a família traz o tipo de profissionalerrado: buscava-se um político, veio um executivo; buscava-se um executivo, veio um professor; buscava-se um consultor, veio um administrador.
O profissional entrou muitas vezes sem saber o motivo de sua escolha: foi uma imposição de um acionista, faz parte do aval do financiamento do BNDES, está sendo usado por uma facção familiar contra a outra, é “boi de praia” da presidência, ou tem os diascontados para passar o que sabe a um funcionário mais antigo.
O profissional da empresa familiar é o “homem do meio”. Como administrador entre a família e seus subordinados, ele cumpre seus objetivos administrando relações e tentando aperfeiçoar as demandas desses “públicos” nem sempre combinados:
Relações para cima, com a família;
Relações para baixo, com os subordinados;
Relações para o lado, com oscolegas.
É preciso reconhecer os requisitos desses três papéis, os objetivos e resultados esperados e, principalmente, reconhecer a dificuldade de conseguir um desempenho consistente em vistas de demandas conflitantes.
Além disso, o sucesso do profissional vai depender de sua capacidade de interpretar uma orientação muito abstrata de seus superiores e traduzi-la numa linguagem concreta de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resenha A Dif cil Tarefa de Profissionalizar a Livraria Cultura
  • Diante Da Dif Cil Situa O
  • Era Um Tempo Dif Cil
  • A Dif Cil Escolha De Uma Profiss O
  • Porque Dif Cil Melhorar A Educa O
  • o dif cil per odo de estabiliza o da independ ncia
  • Tarefas empresa
  • A Dif Cil Arte De Lidar Com O P Blico

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!