a crise na republica

Páginas: 8 (1878 palavras) Publicado: 7 de agosto de 2013






UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ
INSTITUTO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS
FACULDADE DE HISTÓRIA




2ª Avaliação












UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ
INSTITUTO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS
FACULDADE DE HISTÓRIA

Trabalho realizado como avaliação da disciplina “História do Brasil III”, ministrada pelo professor Dr. William Gaia Farias


1º Os textos deJose neto e Silvia Capanema apresentam uma discussão sobre historia militar na 1º republica e sobre o processo de construção da memória das instituições militares brasileiras. Partindo da leitura destes textos faça uma analise sobre a participação dos militares na política nacional e do processo de construção da memória da armada e da revolta da chibata na primeira republica.

2º Com base notexto de Mario Cleber L. Jr. construa um texto apresentando as contribuições do movimento tenentista para a política do Brasil.




Valder Paixão



Com a eleição de Deodoro da Fonseca e Floriano Peixoto, no início da década de 90, forma-se uma força de oposição liderada por Custodio de Melo e o vice Floriano Peixoto ao presidente, com vistas a derrubá-lo do poder, trazendo consigo aoligarquia paulista, que é muito desfavorecida neste governo, os federalistas do sul, a liderança do exército e oficiais da armada. Portanto essas forças de oposição ao presidente passam a conspirar para sua deposição.
Fica evidente nesse cenário político a tomada de partido pelas forças armadas, lideradas em grande parte por Custódio de Melo, e embalados por um discurso e um sentimento decorporação. E quais discursos são estes: discursos trespassados por patriotismo, promessas de “regeneração”, (leia-se moralização), manutenção da ordem e da paz. Inclusive, o protagonismo das forças armadas é bem tratado quando que no trabalho de José Miguel Arias Neto “A revolta da armada de 1893: um “fato” construído”, é exposto uma fonte, um manifesto de Custódio de Melo, onde destaca a importância daArmada num movimento de caráter legalista e “restaurador da moralidade republicana”, nas palavras do autor. Por conseguinte, a Armada toma posição de vanguarda no processo político restaurador nacional.
Custódio de Melo e Floriano Peixoto compartilhavam da concepção a respeito do papel do soldado e do marinheiro na direção do estado, que revela-nos a ideologia que sustentava a ação intervencionistana construção da ditadura destes sujeitos: “promover a intervenção salvadora, ou, em outras palavras, adotar medidas extraordinárias para garantir a sobrevivência das instituições”.
Agora, a respeito da discussão a cerca da construção da memória da Armada e da revolta da chibata na primeira república, no texto de Silvia Capanema “A modernização do material e do pessoal da Marinha nas vésperasda revolta dos marujos de 1910: modelo e contradição”, é discutido a questão da renovação material da Armada, com novas embarcações mais modernas, e a contradição da não renovação do pessoal, o que é tomado pela vertente dos historiadores navais como motor desencadeador da revolta da chibata. Portanto, é sobre o paradigma racista da contradição entre a renovação material, e a permanência de umcontingente de pessoas tidas como inadequadas para aquela maquinaria, mas não só isso, pois não somente sobre a questão da formação incide este paradigma, como é bem tratado ao expor trecho do escrito oficial José Eduardo Macedo Soares:
“O erro inicial esteve na superposição do problema do
material sobre o problema do pessoal. Caso os governos tivessem nas
épocas de penúria renovado o quadro dosoficiais (...), modificado a si-
tuação da marinhagem, isolando os marinheiros provenientes das esco-
las da massa incorrigível que deveria ser eliminada, nós teríamos podido
em tempo próprio realizar o programa naval. (...) A primeira impressão
que produz uma guarnição brasileira é de decadência e incapacidade fí-
sica. Os negros são raquíticos, mal encarados, com todos os signos depri-...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • apogeu e a crise da republica oligarquica
  • Crise da República Velha no Brasil
  • A Crise da república oligárquica
  • a crise republica oligarquica
  • crise da republica romana
  • A crise da Republica Oligarquica
  • crise da republica oligarquica
  • Crise da República romana

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!