A comunidade científica e a previsão de vida útil

Páginas: 9 (2166 palavras) Publicado: 25 de fevereiro de 2013
A COMUNIDADE CIENTÍFICA E A PREVISÃO DE VIDA ÚTIL

Edna Possan (2010)
A crescente preocupação com a durabilidade e vida útil das estruturas de concreto
armado instigou a comunidade técnico-científica a desenvolver soluções para minimizar
os danos decorrentes do processo de degradação. Neste sentido, organizações como a
Federação

Internacional

do

Concreto

Estrutural



fib1(FÉDÉRATION

INTERNATIONALE DU BÉTON) –, o Instituto Americano do Concreto – ACI
(AMERICAN

CONCRETE

INSTITUTE)

e

a

RILEM

(REUNION

INTERNATIONALE DE LABORATOIRES D’ESSAIS ET MATERIAUX) – através
de seus comitês técnicos e grupos de trabalhos, têm desenvolvido relatórios e práticas
recomendadas com o intuito de resolver problemas desta natureza. Primeiramente, estasinstituições desenvolveram roteiros relacionados à durabilidade do concreto,
destacando-se o ACI 201 (1992) – “Guide to Durable Concrete” – o CEB 183 (1992) –
“Durable concrete structures” – e o CEB 238 (1997) – “New approach to durability
design: an example for carbonation induced corrosion”.
Recentemente, estas instituições, por meio de seus comitês, deram início aos estudos
relacionados àprevisão de vida útil, englobando também a análise do ciclo de vida.
Nestes boletins, uma visão holística é inserida, abrangendo aspectos relacionados à
concepção, projeto, execução, utilização, manutenção, adequação, assim como fatores
de ordem econômica. Dentre as publicações da área destacam-se o ACI 365 (2000), a
RILEM (2000)2, o fib 34 (2006), o fib 44 (2008) e o fib 53 (2010).
O ACI 365(2000), intitulado “Service Life Prediction: state-of-the-art report”, apresenta
informações orientadas à predição de vida útil de estruturas de concreto armado, novas e
existentes, com informações sobre os fatores que controlam a vida útil das estruturas,
metodologias para a avaliação da condição de estruturas existentes e técnicas matemáticas
orientadas à predição de vida útil. O relatóriotambém discute alguns aspectos
1
Organização internacional criada em 1998 a partir da fusão de duas entidades independentes, que existiam desde
1952: o CEB (COMITÉ EURO-INTERNATIONAL DU BÉTON) e o FIP (FÉDÉRATION INTERNATIONALE DE
LA PRÉCONTRAINTE).
2
REUNION INTERNATIONALE DE LABORATOIRES D’ESSAIS ET MATERIAUX. RILEM. Integrated life-cycle
design of materials and structures (ILCDES 2000). Ed.A. Sarja. Proceeding 14. Helsinki, Finland, 2000, p. 550.

econômicos concernentes à vida útil das estruturas de concreto, incluindo a análise do
custo do ciclo de vida.
O “Model Code for Service Life Design” – fib 34 (2006) foi instaurado com o objetivo
de identificar modelos consensuais relacionados à durabilidade e preparar uma estrutura
física voltada à normalização do projeto baseadanesta aproximação de desempenho.
Destina-se à previsão de vida útil de estruturas de concreto simples, armado e
protendido, com foco especial nas prescrições de projeto a fim de controlar os efeitos
adversos da degradação, considerando as ações ambientais que conduzem à deterioração
do aço imerso no concreto. A metodologia descrita nesse documento também pode ser
aplicada para a avaliação davida útil de estruturas existentes.
Destacam-se ainda as publicações ISO 156863 e EUROCODE4. A norma ISO 15686
(2000) “Buildings and constructed assets: Service life planning” e complementares (de
1 a 11) destinam-se ao estudo da durabilidade, abrangendo a vida útil, o ciclo de vida e
o impacto ambiental das edificações. O EUROCODE 2 (2004) “Design of concrete
structures” e suas partes 1, 2 e3 em relação à publicação anterior EUROCODE 2
(1992), inserem uma nova abordagem para o projeto de estruturas de concreto, trazendo
critérios baseados em conceitos probabilísticos. A nova versão da norma ISO 13823
(2008) “General principles on the design of structures for durability” enfatiza que é
necessário garantir a confiabilidade do desempenho de uma estrutura desde à concepção
até o...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • vida util
  • a vida util de um brinquedo
  • Vida util fadiga
  • Vida útil de rolamentos
  • durabilidade e vida util do concreto
  • Desgastes e vida útil de uma hferramenta
  • Estimativa de vida útil postes
  • O plágio na comunidade científica

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!