Trabalhos

Páginas: 15 (3704 palavras) Publicado: 22 de julho de 2013
2 A RECEPÇÃO ARISTOTÉLICA NA IDADE MÉDIA
2.1 O renascimento dos estudos aristotélicos na Antiguidade Tardia e início da Alta Idade Média
Os escritos esotéricos de Aristóteles durante muitos anos não foram ostensivamente estudados, subsistindo através do comércio em Roma, sendo por algum período até esquecidos.
No século I a.C. há um renascimento do Aristotelismo, devido, em grande parte, àorganização que Andrônico de Rodes fez dos escritos do Estagirita por volta do ano 23, a qual ficou conhecida como Corpus Aristotelicum. Tal edição fomentou uma sucessão de comentários que culminou nos de Alexandre de Afrodísia (os mais notáveis são os feitos aos cinco primeiros livros da Metafísica). Em seus comentários, por exemplo, ele distingue no trabalho aristotélico três tipos deintelecto: físico ou material, adquirido ou habitual e agente ou produtivo. Após Alexandre, o Aristotelismo perde um pouco do vigor e consegue sobreviver praticamente apenas no caráter de introdução e complemento ao Platonismo. É nessa trilha que os comentadores neoplatônicos lerão Aristóteles nos séculos seguintes.
Os estudos aristotélicos ganham novo fôlego com a tradução latina de alguns escritoslógicos de Aristóteles por Mário Victorino no século IV da era cristã. Pouco mais de um século depois, Boécio realiza a tradução e comentários do Organon, lançando assim as bases da recepção do Estagirita na Idade Média. Boécio também traduz o Isagoge, de Porfírio, obra introdutória às Categorias. Além disso, o filósofo romano também produz tratados lógicos largamente influenciados pelo pensamentoaristotélico.
Durante muito tempo, somente as traduções das Categorias e Da Interpretação ficaram disponíveis. Juntamente com o Isagoge, é desse modo constituída a logica vetus, que permanece por vários séculos como fonte principal do estudo das obras lógicas de Aristóteles. No século XII, o restante das traduções de Boécio referentes ao Organon reaparece, fazendo florescer inovadores estudoslógicos, a chamada logica nova.
2.2 As traduções latinas de outras obras de Aristóteles: A logica nova
Apesar de boa parte do Aristotelismo ter chegado à Europa por via dos textos árabes, as obras do próprio Aristóteles foram lidas pelos cristãos europeus prioritariamente em tradução do grego direto para o latim. Os principais tradutores latinos de Aristóteles, além de Boécio no século VI, foram Tiagode Veneza e Guilherme de Moerbeke. O primeiro trabalhou principalmente sobre os Segundos Analíticos e a Física; o segundo, ganha destaque também nos Segundos Analíticos e na Metafísica. Outras obras traduzidas diretamente do grego foram o De Coelo e os Meteorológicos.
No que se refere à lógica, o material conhecido de Aristóteles na Europa (Categorias e Da Interpretação) formava a logica vetus,e foi esse o material disponível até o século XII, quando apareceram espontaneamente traduções dos Primeiros Analíticos, dos Tópicos e dos Elencos Sofistas. O conjunto então ganhou a denominação de logica nova, e foi completado pelos Segundos Analíticos no mesmo século, graças ao trabalho de Tiago de Veneza.
Sobre o que veio primeiro: o movimento de renascença filosófica do século XII ou a"entrada de Aristóteles" na discussão especulativa da época, a resposta parece ser o primeiro. Devido ao aumento dos escritos e das investigações científicas e filosóficas de 1100 em diante, o Neoplatonismo, em voga como principal elemento grego presente no pensamento cristão, foi-se mostrando insuficiente. Nesse momento, quando se procurava um novo discurso na rica cultura pagã para servir comoauxílio à teologia, o Aristotelismo, com seu forte conteúdo lógico, figurou como extremamente conveniente, embora, paradoxalmente, inquietante e por vezes oposto aos dogmas religiosos vigentes. A partir daí, ele passou a ser o elemento central da filosofia grega a ser discutido e aproveitado pela teologia cristã, adentrando primeiro a Faculdade de Artes, resistindo a ressalvas e proibições e...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • TRABALHO DE TRABALHO
  • Trabalho de Trabalho
  • trabalho para trabalho
  • trabalho de trabalho
  • Trabalho é trabalho
  • Trabalhos de trabalhos
  • TRABALHOS E MAIS TRABALHOS
  • Trabalho Trabalho

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!