Trabalho Final de medieval II

Páginas: 13 (3090 palavras) Publicado: 22 de novembro de 2013
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO.
PUC-SP.








TRABALHO FINAL:
IGREJA E MONARQUIA NA IDADE MÉDIA.







NOME: CONCEIÇÃO CORDEIRO BACELAR.
TURMA: MA3.
CURSO: HISTÓRIA.
DISCIPLINA: MEDIEVAL II.
PROFESSOR: ÁLVARO ALLEGRETTE.




Existiam dois tipos de Igreja na Idade Média, a “Igreja dos apóstolos” que é aprimitiva segundo a qual todos os bens são comuns entre os crentes e a “Igreja imperial” de Constantino (306-377) e seus sucessores que é aquela que possui uma estrutura e hierarquia eclesiásticas e defendia prioritariamente os interesses das elites e do imperador. Entretanto, mesmo essa Igreja primitiva não possuía todo este caráter comunitário, já que seus líderes, como Pedro, por exemplo, possuíamposições de destaque.
A partir do século II os líderes de diversas comunidades cristãs tornaram-se bispos. Ao longo desses primeiros séculos do cristianismo houve diversos concílios ecumênicos, que eram reuniões entre bispos que visavam regulamentar diversos assuntos e que muitas vezes foram estabelecidos por imperadores do Oriente.
Inicialmente a organização da hierarquia eclesiástica pretendiaconsolidar a vitória do cristianismo. Em seguida houve uma aproximação com os poderes políticos. Depois a Igreja passou a buscar uma teocracia que pudesse dirigir a sociedade.
A Igreja foi responsável pela articulação entre romanos e germanos que originou a Idade Média. Além de ter sido também a herdeira natural do Império Romano.
O corpo eclesiástico sempre esteve distanciado da sociedade, poispossuíam isenção de impostos, além de um tribunal próprio ao qual até mesmo os leigos podiam ser submetidos.
Um dos elementos para a formação da hierarquia eclesiástica, de forma paradoxal foram as heresias. Afinal apesar de o sincretismo ter sido muito importante na assimilação da religião cristã ele também gerava interpretações errôneas que ameaçavam a unidade de fé. Com isso foi criado o Tribunaldo Santo Ofício ou Inquisição que visava justamente à manutenção desta unidade. No decorrer do século XIII com o advento da Peste Negra, os judeus foram bastante perseguidos e muitas vezes condenados pela Inquisição, pois se acreditava que eles encabeçavam um complô contra os cristãos e causavam a peste contaminando os rios. Mas não foram só os judeus que foram perseguidos, os hereges tambémforam e houveram várias denúncias de grupos de supostas bruxas e feiticeiros que praticavam rituais de antropofagia e comiam seus próprios filhos. Enfim, todas as minorias eram vítimas de alguma espécie de perseguição, até mesmo os leprosos eram acusados de possuir a doença em decorrência de seus pecados, como uma punição.
Desde o início do cristianismo havia a tendência da constituição de umamonarquia eclesiástica, baseada em fundamentos religiosos de “um só Deus, uma só fé, uma só Igreja” e na constante necessidade de assegurar a unidade. Devido à questão ariana, por exemplo, havia diversos conflitos que mostravam ser necessário existir um poder acima de todos e foi a partir disso que o bispo de Roma se sobrepôs aos demais e passou a usar por volta do fim do século IV, o título de papaque significa “pai de todos os cristãos”. E este poder foi designado especificamente ao bispo de Roma de devido a certas circunstâncias, como o prestígio de que gozava a cidade por ter sido durante tantos séculos o centro político e cultural do mundo mediterrâneo, ou ainda pelo apoio recebido do imperador que desejava dar poder e reconhecimento à sua capital. E também havia o grande patrimônio dobispo romano que era derivado de doações que só podiam ser possíveis em uma cidade do porte de Roma.
Em meados do século VIII, o papa decidiu que seria adequado criar uma justificativa para este poder que lhe tinha sido outorgado. E esta justificativa foi um documento através do qual o imperador Constantino tinha lhe transferido todo o poder imperial sobre o Ocidente.
No princípio da Igreja...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Teoria II, trabalho final
  • trabalho FINAL de intervenção II
  • Trabalho Desafio Profissional II Final
  • Trabalho final marketing II ESAMC
  • Trabalho Direito Penal II Penas de Morte na Era Medieval
  • Medieval final
  • Medieval II
  • TRABALHO ATIVIDADE COORDENADA INTERDISCIPLINAR II Ves o Final

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!