Renascentista

Páginas: 6 (1468 palavras) Publicado: 20 de outubro de 2014
AS CIDADES ITALIANAS DA RENASCENÇA

O novo modelo de projeção estabelecido no início do século XV se aplica
teoricamente a todo gênero de objetos, desde os artefatos menores à cidade e ao
território.

Mas na prática o novo método não consegue produzir grandes transformações nos
organismos urbanos e territoriais
-a expansão demográfica e a colonização do continente europeu estãoeuxaridas depois da metade do século XIV;
-não há necessidade de fundar novas cidades ou aumentar em larga
escala as já existentes;
-os governos renascentistas não têm a estabilidade política e os meios
financeiros suficientes para realizar os programas longos e comprometidos;
-os artistas trabalham individualmente e perdem contato com as
organizações coletivas que garantiam a continuidade dosempreendimentos
de construção e urbanísticas medievais.

Deste modo, a arquitetura da renascença realiza seu ideal de proporção e de
regularidade em alguns edifícios isolados, e não está em condição de fundar ou
transformar uma cidade inteira. Os literatos e os pintores descrevem ou pintam a
nova cidade que não se pode construir, e que permanece, justamente, um objetivo
teórico, a cidade ideal.Na prática, os príncipes renascentistas e seus arquitetos intervêm no organismo de
uma cidade medieval já formada, e a modificam parcialmente, contemplando os
programas que ficaram inacabados no século XIV, ou introduzindo novos programas
mais ou menos ambiciosos, que quase sempre se mostram desproporcionais e
irrealizáveis

Florença é um exemplo: obras do século XV se inseremcoerentemente no
organismo projetado no final do século XIII.

Pienza
Em 1459, o Papa Pio II resolve reconstruir o seu burgo
natal como residência para si e para sua corte. Em seu
séquito, está presente o arquiteto Alessandro Alberti e
o Papa ouve seu conselho ao definir o programa de
construção e escolher os projetistas

Papa Pio II

O pequeno burgo medieval se encontra no cume de uma colina,e a sua rua principal
segue o divisor de águas, que forma um pequeno ângulo quase na metade. Pio II
constrói três grandes edifícios, sendo a principal delas a catedral. Esta fica na bissetriz
do ângulo, enquanto os dois outros edifícios estão alinhados com os dois ramos da
rua: assim, o largo diante da catedral se torna um trapézio, que enquadra a fachada
da igreja entre os blocos divergentesdos dois palácios, e revela, aos dois lados da
igreja, o panorama do vale.

Na extremidade norte-leste, o Papa constrói um conjunto de casas enfileiradas para
os pobres; atrás da praça do palácio público abre-se uma praça menor para o mercado,
de modo que a praça maior não seja atrapalhada pelos bancos e pelas tendas dos
vendedores. Assim, toda a pequena cidade é organizada, de modohierárquico, em
torno da igreja e do palácio papal.

Os edifícios principais
se distinguem pela
maior regularidade
arquitetônica não pelo
maior tamanho; esta
regularidade diminui
nos edifícios
secundários e perde-se
naqueles para as
pessoas comuns, que
se inserem sem
dificuldade no tecido
compacto do burgo
medieval.

Urbino
O rico comerciante Frederico de Montefeltro é o únicopríncipe da renascença que
dispõe de tempo e dos meios necessários para transformar verdadeiramente sua
cidade, com uma longa série de intervenções sucessivas.
Frederico de Montefeltro
Urbino é uma cidadezinha construída sobre
duas colinas. Na depressão central está o
centro, com a Igreja de São Francisco; desse
ponto, a rua principal desce em direção ao
muro e à porta. No cume da colina fica ocastelo da família e é por aí que se começa
o erguimento de um corpo de construção
retilínea. Mais tarde, esse edifício é incorporado
num novo organismo, que se desenvolve ao
redor de um pátio porticado, mas se articula
livremente em direção da cidade e do campo,
transformando assim todo o ambiente
circunstante.

Na direção da montanha, em
direção ao centro da cidade, a
fachada do...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Renascentistas
  • Renascentistas
  • renascentista
  • Renascentista
  • Renascentista
  • Logica renascentista
  • musica renascentista
  • Musica renascentista

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!