Trabalho Bergson x Kant

Páginas: 11 (2584 palavras) Publicado: 19 de outubro de 2014
Kant nasceu em meados do século XVIII na Alemanha e viveu em uma época de intensas atividades cientificas e filosóficas, com grandes pensadores como Newton, Copérnico, Hume, entre outros. A filosofia kantiana que cresce dentro deste caldo cultural, vem de certa forma ajudar a justificar os resultados positivos que essas ciências vinham alcançando, procurando validar o pensamento cientifico.Kant, portanto, diferente do pensamento cartesiano, busca subordinar o conhecimento sobre todas as coisas em relação ao sujeito. A razão humana é que constrói um conhecimento seguro acerca da natureza, não mais uma substancia separada do mundo externo, mas algo no sujeito que produz o conhecimento sobre todas as coisas.
Essa mudança de paradigma proposta por Kant será chamada de “revoluçãocopernicana do conhecimento”, e que teria como subsidio a submissão do objeto ao sujeito. Uma estrutura até “transcendental” que o torna sujeito do próprio conhecimento. Com isso cabe à filosofia a tarefa de descrever a constituição da estrutura transcendental desse sujeito, como a condição de possibilidade da experiência dos objetos do conhecimento. Portanto para Kant, resta apenas a estrutura darealidade objetiva, tornando o “conhecimento subordinado à estrutura do sujeito que conhece”.
Então, se o conhecimento verdadeiro advém do sujeito e não dos objetos, cabe agora mostrar como Kant explicou a possibilidade de conhecimentos “a priori”, ou seja, aquele que não é concebido a partir da experiência.
O filósofo observa que existem dois tipo de conhecimentos: os analíticos e os sintéticos. Osconhecimentos ou juízos ditos analíticos são universais e necessariamente verdadeiros. Seu problema, porém, é que não acrescentam nenhum conhecimento novo, porque o que se diz do sujeito no predicado já estava contido no próprio conceito do sujeito. Esses (conhecimentos analíticos) esclarecem o conhecimento que já temos apenas. Já os juízos sintéticos, quando verdadeiros, produzem conhecimentonovo. De maneira reducionista é possível dizer que os juízos sintéticos se apegam inerentemente a experiência. Por exemplo: os corpos PODERIAM não ser pesados, mas quando consultamos nossas experiências verificamos que de fato os corpos possuem peso. Isso ilustra muito no que se baseava a ciência, que através das experiências, de tentativas e erros, foram construindo novos conhecimentos eparadigmas.
Porém, como dito anteriormente, Kant sustenta sua filosofia na razão humana. Para ele, essa ciência que apenas se debruçava na experiência já não era convincente e, portanto, necessitava de um alicerce maior e esse, na visão kantiana era a razão. Portanto o grande mistério para o filósofo era mostrar de que maneira poderiam ser possíveis elaborar Juízos sintéticos, capazes de construíremnovos conhecimentos, mas a priori, que não necessariamente seriam resultado de experiências.
Fica evidente portanto a tentativa de Kant em fundamentar o processo de conhecimento cientifico através da razão humana, porém sem apelos “transcendentais”, o que tornaria sua filosofia algo impreciso, segundo o autor. Em uma passagem do seu livro “Crítica a Razão Pura”, Kant começa a explicar como se dáesse processo.
“A capacidade de receber representações (receptividade), graças à maneira como somos afetados pelos objetos, denomina-se sensibilidade. Por intermédio, pois, da
sensibilidade são-nos dados objetos e só ela nos fornece intuições; mas é o entendimento que pensa esses objetos e é dele que provêm os conceitos”.
O exemplo dessas formas puras da sensibilidade da qual o filósofo serefere são o espaço e o tempo. É através delas que os fenômenos são representados pelo sujeito, pois são juízos a priori.
Mais adiante o autor explica essas duas formas de sensibilidade. Primeiramente Kant fala sobre o espaço. “Consideramos, por conseguinte, o espaço a condição de possibilidade dos fenômenos, não uma determinação que dependa deles; é uma representação a priori, que fundamenta...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Trabalho Kant Bergson
  • Kant x Marx
  • Schimitt x kant
  • Kant X Sartre
  • Kant Dever X Interesse
  • Bergson Trabalho Final
  • Trabalho kant
  • Trabalho de X

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!