Territorialidade

Páginas: 24 (5769 palavras) Publicado: 6 de agosto de 2013
Seminário sobre territorialidade

Introdução

O presente trabalho tem como propósito apresentar um breve estudo sobre a história, dados acerca da saúde. Educação, moradias, população, cultura e lazer e curiosidades a respeito do bairro Vila da Penha, bem como aplicar o conceito de territorialidade no bairro baseado nos dados apresentados e também nas entrevistas realizadas com moradores dobairro.
Começamos a pesquisa fazendo um levantamento da história do bairro Vila da Penha e de como se deram a formação desse bairro, suas origens e etc.
Depois realizamos um levantamento dos dados estatísticos acerca do bairro verificando o quanto esse bairro é atendido ou não pelo poder público e se possui a infra-estrutura necessária para essa população que ali reside.
Observamos também seessa população sente a falta da presença desse poder público no bairro.
Fechamos com uma conclusão analisando os prós e contras do bairro com base nos dados coletados e nas entrevistas realizadas com moradores do local aplicando o conceito de territorialidade ao bairro Vila da Penha.

Histórico do bairro Vila da Penha

Foto do bairro Vila da Penha em 1969.

Pra contar a história do bairroVila da Penha, temos que começar contando a historia da zona norte do Rio de Janeiro, passando pela historia da região chamada de grande Irajá, para enfim chegar à história do bairro Vila da Penha.

A atual Região Zona Norte teve origem na terceira Freguesia, de Irajá, instituída na cidade do Rio de Janeiro em 1644. Esta era um imenso território que teve origem nas sesmarias ainda sob aregência de Portugal e, inicialmente, incluía as atuais regiões Tijuca, Irajá, Leopoldina, Jacarepaguá e Campo Grande. Seu primeiro donatário foi o jesuíta Gaspar da Costa.
No século XVIII, a área era extensamente cultivada com cana-de-açúcar, frutas e hortaliças, e havia se tornado a principal fornecedora desses gêneros para a Cidade. O escoamento se dava por via terrestre, principalmente pela antigaEstrada Real de Santa Cruz, e também por via fluvial, pelos rios Pavuna e Meriti, de onde seguiam para as regiões consumidoras através do extinto Porto de Irajá.
A intensa atividade mercantil fez surgir, ao longo do tempo, uma série de pequenos núcleos suburbanos, seguindo as vias de escoamento dos produtos da Região e de outros que vinham de fora, produzidos principalmente na província de MinasGerais. Foram esses pequenos núcleos que deram origem à maioria dos atuais bairros da Zona Norte, como Madureira, Pavuna, Anchieta, Cascadura, Rocha Miranda, etc.
A ocupação territorial da Região só começou a se intensificar com a construção da Estrada de Ferro D. Pedro II, que tomou o atual nome de Estrada de Ferro Central do Brasil com a Proclamação da República, em 1889. O primeiro trecho,entre a estação inicial, no Campo da Aclamação (atual Praça da República), e a de Queimados, foi inaugurado em 29 de março de 1858, com a presença de Suas Majestades Imperiais, que tomaram parte na primeira viagem, e do bispo, que abençoou as locomotivas, além de numerosos convidados e da população, que participou do foguetório, discursos, salvas de artilharia etc. Já no final do século a ocupação seestendeu, com a construção da Linha Auxiliar, alcançando a Pavuna. No final do século XIX, com a Abolição da Escravatura, a economia fluminense, tipicamente rural e amparada pela força do trabalho escravo, começa a entrar em crise e uma parte da população migra para o Centro, em busca de oportunidades de trabalho, dando origem a muitos cortiços e já a algumas favelas.
A história da Zona Nortecompreende três fases marcantes de ocupação territorial: a primeira vai desde os primórdios da existência da Cidade, no século XVII, até meados do século XIX, com a Região apresentando características ainda tipicamente rurais. A segunda fase, a partir da implantação dos trilhos da Ferrovia D. Pedro II até o começo do século XX, com a Região passando a apresentar características suburbanas; e a...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Territorialidade
  • Territorialidade
  • Territorialidade
  • Territorialidade
  • territorialidade
  • territorialidade
  • Territorialidade
  • Territorialidade

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!