Teatro sobre respeito ao próximo.

538 palavras 3 páginas
Teatro de Ensino Religioso
Tema: Respeito ao Próximo
Professora: Andrélia Bastos
Componentes: Wesley, Katriny, Annyele, Thiago e Ícaro.
Nº: 23, 14, 01, 20, 09.

Feijó-AC 17 de dezembro de 2013
Paciência, tolerância e respeito
Respeito (Tigre): Boa tarde pessoal estamos aqui eu o respeito.
Paciência (Girafa): Paciência
Tolerância (Sapo): Tolerância
Respeito (Tigre): Tudo bem com vocês?
Tolerância (Sapo): não
Paciência (Girafa): Como não está tudo bem com você? Vocês já ouviram a historia da mágica da paciência?
Respeito (Tigre): Há então vou contar para vocês.
Tolerância (Sapo): Hehehe
Respeito (Tigre): A paciência esgotou.
Paciência (Girafa): Agora precisamos do respeito, todo mundo em silencio.
Respeito (Tigre): Muito tempo atrás vivia numa floresta um búfalo selvagem. Era assustador por fora, mas bondoso por dentro. Nessa mesma floresta vivia um macaco traquinas que irritava o Búfalo todos os dias com brincadeiras de mau gosto – cutucava o Búfalo quando ele estava tirando uma soneca, tapava seus olhos para que ele escorregasse e caísse, ficava atrapalhando de propósito enquanto ele comia. Isso acontecer com agente quase todos os dias um amiguinho ficar nos cutucando. O Búfalo suportava pacientemente todas as brincadeiras. Nunca machucava o macaquinho nem o assustava. Um dia, um espírito da floresta presenciou as travessuras do Macaco e ficou muito zangado. – Ó Grande Búfalo, por que aguenta esse macaco bobo? Você tem medo dele? Até os leões e os elefantes temem a sua fúria! Com estes seus cascos, você poderia fazê-lo em pedacinhos! – Espírito da floresta – respondeu o Búfalo – a raiva nunca leva à felicidade. O Macaco me faz um grande favor dando-me oportunidade de praticar a paciência. Como me sinto bem sendo paciente! A raiva não machuca meu coração e eu não machuco ninguém. – Mas se você não der uma boa lição nesse danado, suas brincadeiras só vão piorar – retrucou. – É melhor ser paciente, amigo, pois, quem sabe, isso desperte

Relacionados

  • Projeto somos todos iguais
    525 palavras | 3 páginas
  • Humanização e democratização: Reflexões sobre o teatro do oprimido e "Direito à literatura"
    4157 palavras | 17 páginas
  • respeito
    619 palavras | 3 páginas
  • Deboradecastroel Bainycarneiro Trab459 V1
    2320 palavras | 10 páginas
  • Plano de aula para educação infantil
    352 palavras | 2 páginas
  • Educação científica
    3972 palavras | 16 páginas
  • Artes
    1457 palavras | 6 páginas
  • Indisciplina em sala de aula
    1020 palavras | 5 páginas
  • Um "pré-texto" para a educação
    2115 palavras | 9 páginas
  • Resumo Um novo Olhar da Cena de Fatima Saad
    604 palavras | 3 páginas