Subjetividade novas abordagens

Páginas: 17 (4205 palavras) Publicado: 28 de abril de 2013
SUBJETIVIDADE: NOVAS ABORDAGENS DE ANTIGAS DICOTOMIAS
Resende, Anita C. Azevedo – UFG – UCG
GT: Psicologia da Educação / n.20
Agência Financiadora: CNPq


A emergência do mundo moderno colocou em causa a constituição de novos personagens, novas realidades históricas que desafiaram o pensamento e redimensionaram as possibilidades de reflexão acerca dos objetos que foram se constituindo.Fosse o indivíduo, trabalhador livre para oferecer-se como força de trabalho, fosse a sociedade urbano industrial, que se constituiu e revolucionou, o que estava em questão era a emergência de novas realidades históricas que implicaram novos desafios ao conhecimento. Conhecer e compreender esses novos objetos constituiu um programa que consubstanciou vasta tradição científica no campo das ciênciashumanas e sociais e se firmou no contraponto das vertentes positivistas que pretendiam explicar e descrever os processos históricos em curso.
Esse programa travou uma luta contra a teoria da ciência na qual o conhecimento se transformara e os desenvolvimentos da Psicologia enquanto ciência do mundo moderno foram os emblemas do enfrentamento que esteve na origem mesmo das ciências humanas esociais. Consolidada no quadro de rearticulação do poder burguês que buscava se estabelecer, a psicologia –como as demais ciências humanas- se debateu entre o programa explicativo-descritivo de previsibilidade e controle positivista e o programa compreensivo –analítico de crítica e emancipação histórica nas suas diferentes versões. O que fundamentalmente se colocou em pauta foram os princípiosexplicativos que possibilitariam (des)cortinar ou (re)velar as complexas realidades que se constituíam na objetividade e na subjetividade no mundo moderno em desenvolvimento.
Frente aos desafios desse novo mundo no qual se constituíram o indivíduo e a sociedade, um tema que foi se fazendo privilegiado no campo da psicologia foi precisamente o da relação e constituição de um e de outro. Nesse sentido, atemática da relação entre a objetividade e a subjetividade, que já martelava a consciência humana desde a antiguidade pôde ser retomada no mundo moderno no enfrentamento lógico e histórico da relação entre indivíduo e sociedade. Tema fundamental no campo da psicologia, seu desenvolvimento se dará a partir dos princípios explicativos que estavam postos até então, e que constituirão uma duplatendência de apreensão da relação indivíduo-sociedade no campo da psicologia: uma relação dicotômica e fundada na exterioridade de uma e outra realidade; e outra, fundada na interioridade e unidade sintética de ambas.
Num sentido amplo, pode-se dizer que, atualmente, parece não estar mais em questão a afirmatividade da relação entre indivíduo e sociedade. Parece mesmo que esse debate acerca da relaçãoentre o indivíduo e a sociedade, entre a objetividade e a subjetividade, na perspectiva da constituição recíproca de um e de outro, já está resolvido e que não mais existem dúvidas a respeito.
No entanto, essa aparência deve ser questionada e é necessário refletir acerca das formas pelas quais se recriam na atualidade a tendência de dicotomizar essas realidades, mantendo intacta uma tendência desepará-las num procedimento que, desde o século XVIII, constitui-se numa das bases mais sólidas sobre as quais se estruturou a sociedade burguesa: a separação entre o indivíduo e a sociedade e a autonomização de ambos.
Parece haver um consenso de que a reflexão acerca da relação indivíduo-sociedade deva evitar fixar essas realidades como se fossem autônomas, distintas, independentes,dicotômicas. A relação entre indivíduo e sociedade não é tranqüila e linear, ao contrário, traz em si um componente considerável de tensão e contradição que configura entre o que é subjetivo e o que é objetivo, entre a vida individual e a vida coletiva do homem, uma íntima inter-relação e, ao mesmo tempo, um espaço de embate. Contudo, dessa tensão e desse antagonismo não se pode dizer que impeçam um...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Novas abordagens
  • novas abordagens
  • Novas abordagens
  • Novas abordagens
  • PRODUÇÃO DA SUBJETIVIDADE E NOVAS TECNOLOGIAS
  • Angústia e contemporaneidade: novas subjetividades
  • Novas abordagens da administração.
  • Novas abordagens da Administraçao

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!