sobre a morte e o morrer

Páginas: 5 (1122 palavras) Publicado: 9 de abril de 2014
Resumo cap 3
O primeiro sentimento relatado no livro diante de um diagnóstico de uma grave doença é a negação, não importa como estes receberam a noticia e nem importa a fase que esta doença esteja, a primeira etapa é em sua maioria a negação, é nesta fase que a pergunta é: ‘não isto não esta acontecendo comigo. Com certeza esta errado, tem alguma coisa errada’ o que os levam ao medo, mas emdeterminado momento precisam o deixar de lado para então darem um sentido para a luta da vida. Este sentimento é de suma importância para que o paciente se acostume com tal situação, e daí por diante tente retomar a vida.
Este estagio é um estagio temporário do paciente, logo após surge a fase de aceitação parcial, a maioria dos pacientes não ficam nesta fase por muito tempo, gradualmente eles vãose acostumando com a ideia e reagindo.Tendem a usar da negação para aqueles membros do hospital que não o passam muita segurança ou para aquele familiar que teme sua perda.
Este estagio e comportamentos que dizem respeito a ele, não devem ser ignorados pela equipe hospitalar, nem mesmo para a família pois são essas pessoas que podem ajudar o paciente com seu bem estar e sua melhora.

RESUMOCAP IV SEGUNDO ESTAGIO: A RAIVA
Bem, quando já não é mais possível se manter firme o estagio de negação, entra então o estagio da raiva, o sentimento de negação é substituído pela revolta, raiva, ressentimento e a pergunta que se cabe aqui seria: ‘por que eu? Por que não outra pessoa?
A raiva deste estagio é transmitida para familiares e principalmente para enfermeiros, que passam muito tempo como paciente, o paciente então fica muito difícil de ser lidado. Familias começam então a se sentirem com culpa, peso, magoa, humilhadas diante do paciente, evitando muitas vezes futuras visitas, aumentando assim o sentimento de raiva no paciente.
O paciente muitas vezes começa a levantar a voz, fazer queixas, faz exigências, ficando muito poliqueixosos, muitas vezes para terem a certeza de quenão estão sendo esquecidos. E é ai que entra o papel da família e equipe hospitalar, tentando não ignorar esses comportamentos e sim olhando para ele, com muita paciência, atenção, afeto e carinho a todas as queixas e frustrações.

CAP V ESTAGIO DA BARGANHA
Chega o momento em que o paciente começa a ter algumas reações com a esperança de cura, uma possibilidade e chance de vida. Acontece bastantecom pacientes em estagio terminal, quando querem um prolongamento de vida. É um estagio de extrema importância e deve ser levado em conta pela equipe do hospital, é o estagio menos conhecido, mas muito importante para o paciente em seu contexto.

CAP VI QUARTO ESTAGIO: DEPRESSÃO
Depois de muita luta e esforço, não há mais como negar a sua doença, já forcado a cirurgias, hospitalizações e sesentindo mais debilitado o paciente não consegue mais esconder para ele que realmente esta doente. Nesta fase o paciente começa a perder muitas coisas de extrema importância como sua própria identidade, abrem mãos de sonhos que eram planejados, gastam com a doença, dinheiro que muitos não tem, muitos dos pacientes perdem um pouco o contato com a família devido a hospitalização e perdem seus empregos.Não podemos deixar de lado o que esses pacientes se submetem para irem se preparando para deixar este mundo. Os sintomas desta fase não é difícil de ser diagnosticada pela equipe do hospital, a mesma deve estar muito atenta e como em outras fases deve tratar seu paciente com cuidado, para as pessoas que estão tristes a melhor escolha é tentar anima-las e encoraja-las da doença, mostrar que elassão mais fortes que tudo isto, conversando muito e ouvindo muito o que eles tem a dizer. Somente pessoas que conseguem superar as angustias, medos, e aflições são capazes de atingirem o estagio de paz e aceitação.

CAP VII: ACEITACAO
Nesta fase o paciente já terá externado seus sentimentos, angustias e aflições, sua inveja pelas pessoas sadias e que não precisam encarar o fim da mesma...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Sobre a morte e o morrer
  • Sobre a morte e o morrer no hospital
  • Sobre a morte e morrer
  • Sobre a Morte e o Morrer
  • Sobre a morte e o morrer
  • Sobre a morte e morrer
  • Sobre A Morte E O Morrer
  • SOBRE A MORTE E O MORRER

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!