sjiuhdxkasmpz\kd

4570 palavras 19 páginas
lekFjkxdmjiao\djiamdosResumo E Analise Jurídica Do Filme A Espera De Um MilagreResumo E Analise Jurídica Do Filme A Espera De Um MilagreResumo E Analise Jurídica iamante de sangue" é a expressão que qualifica as gemas extraídas de países em crise às custas de vidas humanas para se tornarem objeto de um complexo esquema de contrabando.

O filme estrelado por Leonardo Dicaprio, e assim intitulado, conta a história da guerra civil (1991 - 2002) em Serra Leoa, um país do oeste africano. Os conflitos se dão entre o governo e a força unida revolucionária (FUR), que lutam entre si pelo controle da produção de diamantes do país, trazendo às telas toda a carnificina e miséria que assolaram a África por todos estes anos.

Como toda produção “hollywoodiana”, o enredo é entremeado por romance, muita ação, e até mesmo um certo quê de sarcasmo, mas trata também, com uma visão humanista e crítica, da exploração do trabalho escravo, do recrutamento de crianças pelas milícias, de chacinas que destruíram aldeias inteiras, enfim, do sangue derramado pela extração do diamante.

A trama não se aprofunda em questões políticas e, sim, nos motivos econômicos que deram origem aos conflitos armados a ponto de financiar a guerra naquele país, quais sejam, a apropriação das riquezas naturais africanas por filhos do capitalismo, cuja premissa é o lucro, com o conseqüente monopólio do mercado de jóias.

Diamantes de conflito são um excelente negócio dada à ignorância dos “escravos” que os extraem, que não conseguem sequer imaginar o seu alto valor ou, até mesmo, a sua utilização e, por isso, cumprem resignados a triste e árdua tarefa de entregá-los a troco única e exclusivamente de permanecerem vivos.

Em contrapartida, seus “fornecedores” deixam de lado seus escrúpulos em troca de vultuosos lucros; e toda a sujeira, crimes e mortes são “limpos” com a “legalização ilegal” dos diamantes, que chegam às mãos dos consumidores sem as manchas de sangue que outrora lhes condenava, indo

Relacionados