RIP - IGP Redes

Páginas: 8 (1904 palavras) Publicado: 22 de novembro de 2014
Artigo/ Trabalho de Curso – Redes de
Computadores II
Ciência da Computação/ Sistemas de Informação
PROTOCOLO DE ROTEAMENTO RIP
Routing Information Protocol
Universidade Salvador – UNIFACS, Coordenação de Sistemas de Informação
Aluno: Mário dos Anjos Montino
E-mail para contato: mario.montino19@gmail.com
RESUMO - Este artigo apresenta um dos principais protocolos de roteamento interno,especificamente o protocolo RIP. Será demonstrado o seu funcionamento, desde seus algoritmos, exibindo de forma instrutiva suas características, vantagens e problemas.
ABSTRACT – This article presents a major internal routing protocols, specifically the RIP protocol. Its operation will be demonstrated, since their algorithms, exhibiting instructively their characteristics, advantages and problems.Salvador
2014
Artigo/ Trabalho de Curso – Redes de
Computadores II
Ciência da Computação/ Sistemas de Informação
Índice
1. Introdução
2. Routing Information Protocol (RIP)
- 2.1 RIP e o Algoritmo de Distância Vetorial
3. Funcionamento do RIP
4. Especificações do Protocolo RIP
- 4.1 RIPv2
- 4.2 RIPng
5. Problemas do Protocolo RIP
- 5.1 Técnicas Para a Redução do Tempo de Convergência6. Conclusão
7. Referências Bibliográficas
Artigo/ Trabalho de Curso – Redes de
Computadores II
Ciência da Computação/ Sistemas de Informação
1 - INTRODUÇÃO
Com o passar dos anos apresentou se a necessidade de que os dados pudessem ser rapidamente redirecionados para desviar se de um eventual problema com um dos nós. O meio encontrado foi a formação de protocolos de roteamento queconcedessem a composição e atualização de tabelas de roteamento entre as máquinas intermediárias que interligam as redes (os gateways).
Com o desenvolvimento da rede e das tabelas de roteamento, tornou se necessário a inserção de protocolos de roteamento hierárquicos. Com isso os roteadores foram separados em regiões denominas Autonomous System - AS, onde cada roteador aprende todos os aspectos de suaprópria região e desconhece a estrutura interna das demais.
Em redes locais existem dois níveis de interação: interna ao AS, que utiliza Interior Gateway Protocol - IGP e externa, que aplica Exterior Gateway Protocol – EGP. Neste artigo estudaremos somente o algoritmo de roteamento dinâmico, RIP (Routing Information Protocol), que adota o algoritmo de roteamento vetor de distância, o protocoloapresentado está trabalhando no escopo do Interior Gateway Protocol – IGP, por atuar dentro de uma AS.
2 - Routing Information Protocol – RIP
O RIP foi criado na University of California, Berkeley. Objetivado para acessibilidade de suas redes e oferecer informações consistentes sobre o roteamento e locais. Desenvolvido a partir de pesquisas da Xerox Corporation, O RIP utiliza um protocolo proprietárioda Xerox com pequenas adaptações melhorativas implementadas.
A propagação do RIP decorreu principalmente devido a:
• Gratuidade da distribuição do software routed (Software que implementa o protocolo RIP no UNIX) incorporado ao popular UNIX 4BSD, dando lhe uma rápida disseminação entre centros de pesquisa e universidades da época.
• Implementação, que gera alguns limites técnicos, simples.
•Em redes pequenas não despende muita largura de banda e, tempo de configuração e gerenciamento;
2.1 - RIP e o Algoritmo de Distância Vetorial
O algoritmo Distância Vetorial também conhecido como algoritmo de Ford-Fulkerson ou algoritmo de roteamento de Bellman-Ford é a base do funcionamento do RIP.
Artigo/ Trabalho de Curso – Redes de
Computadores II
Ciência da Computação/ Sistemas deInformação
O protocolo é baseado no algoritmo vetor de distância, sendo este responsável pela construção da tabela que informa as possibilidades de rotas dentro do Autonomous System - AS. Separando a rede em roteadores que anunciam suas rotas aos demais, máquinas ativas, e máquinas passivas, que não anunciam e atualizam suas rotas. O mesmo é baseado na distância entre dois roteadores, sendo que tal é...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Protocolos de redes
  • Imposto igp
  • IGP M
  • Rip configuration
  • Rip-Ti
  • Igp-m
  • Ospf e rip
  • Entenda O Que O IGP

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!