resenha do livro a luta pelo direito

Páginas: 5 (1093 palavras) Publicado: 23 de setembro de 2014
Introdução
O livro “A Luta Pelo Direito” tem como objetivo principal nos mostrar que para combatermos a injustiça precisamos lutar por nosso direitos. A obra mostra através de vários parágrafos como tem sido o direito até então, e usa exemplos de tempos antigos, como também os de hoje.
A injustiça objetiva e subjetiva, o direito público e o privado, a sociedade com o objetivo comum dejustiça, as reivindicações, todas essas características estão expostas na obra de Rudolf Von Ihering.

Resumo
Este livro nos explica que, a paz é o termo do direito, e a luta é o meio de obtê-lo. O direito terá que se prevenir contra os ataques de injustiça sempre, faz parte de sua natureza. Para que uma sociedade tenha justiça, não é necessário só um juiz e um policial, e sim que cada indivíduo façaa sua parte. A luta pelo direito é ao mesmo tempo a luta pela lei, o direito pessoal não pode ser sacrificado sem que a lei seja também.
É de suma importância citar que todo direito foi adquirido pela luta, não é uma lógica, e sim uma ideia de força. Existe várias conquistas na história, como a abolição da escravatura, e a liberdade de consciência. Se analisarmos toda a história, veremos que éuma nação inteira defendendo o seu direito. Obviamente, este dever não se impõe a todos na mesma proporção, existe pessoas que vivem sua vida sem luta, dentro dos limites fixados pelo código civil. Essas pessoas não reconhecem a luta pelo direito, pois outros estão lutando e trabalhando pela sua paz – a paz é a vida de algumas pessoas, e a luta a vida de outras. Se alguém falar na paz sem a luta,está errado, por que tudo na história é fruto de lutas constantes.
Rudolf fala que a doutrina mais errada é a que aconselha o homem a esperar para ter pleno reconhecimento de causa, estimula o homem a cruzar os braços e esperar o que vier da opinião pública na legislação. O direito é um trabalho não só dos poderes públicos, mas também do povo. Grande parte da opinião pública participa, porém, issonão é o bastante. O direito não será morto se as autoridades e os funcionários do estado cumprirem com o seu dever, e os indivíduos fizerem valer os seus direitos.
O autor é oposto a teoria de Savigny de que o direito surgiu da persuasão popular. Ele defende a ideia de que Deus quando quer dar ao povo prosperidade não vai os dá de meios fáceis, então, a luta que o direito exige é uma graça.Defende a ideia também, de que a época primitiva conheceu somente a verdade, a fidelidade, a simplicidade e a fé religiosa. E julga os princípios do direito Romano.
Rudolf explica que as pessoas não lutam por bens materiais, mas também pela sua honra e seu direito. Quando se tem um objetivo, esforço algum tem peso, as pessoas gastam mais pedindo seu direito do que ganhando ele. Vendo a justiça desteângulo, seria justo citar que o ladrão não pode ser punido pelo roubo. Mas, devemos chegar na conclusão de que o ladrão não ataca somente a pessoa roubada, mas também a ordem legal e a lei moral.
É importante lembrar que o direito e a honra das pessoas são iguais, não muda por profissão ou classe social. Apesar de que os bens são o meio de provar nossa existência, de nos proporcionar prazeres,e do mesmo modo que não podem nos obrigar a ficarmos ricos, também não podem nos obrigar a ficar pobres. A melhor prova que se pode considerar sobre classe social no direito, é a que o povo inglês dá. Jamais a riqueza alterou o sentimento de direito, pelo contrário. Devemos lembrar que a origem da propriedade é o trabalho, não só o braçal mas também a inteligência. Alguns indivíduos se afastam dalei da propriedade e procuram meios de ganhar dinheiro fácil, perdendo seu caráter.
Vimos neste livro, a lacuna na qual se acusa a nossa teoria, e não somente a nossa filosofia do direito, mas também a nossa jurisprudência positiva. A origem do direito se estuda sob o ponto de vista histórico, ou a constante atualização que ele vive. Entretanto, o direito está subordinado a mesma lei.
O...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • A luta pelo Direito (Resenha do Livro)
  • Resenha crítica do livro : a luta pelo direito
  • Resenha Crítica sobre o livro: A Luta Pelo Direito
  • resenha do livro
  • Resenha do cap. iii do livro a luta pelo direito
  • Resumo Livro "LUTA PELO DIREITO"
  • Fichamento do Livro "A Luta pelo Direito"
  • Análise do livro: a luta pelo direito

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!