relatos

Páginas: 5 (1169 palavras) Publicado: 11 de janeiro de 2015
A experiência aqui relatada e vivenciada faz parte da disciplina historia e cultura afro-brasileira e indígena sob a orientação do professor Dirceu do Socorro. Como se trata de uma disciplina que abrange a diversidade cultura, racial, religiosa e etc, podemos identificar dentro da própria sala de aula algumas reações interessantes por parte de alguns dos alunos, para me trata-se de umadisciplina que contribui bastante com minha melhora em quanto ser humano e cidadão brasileiro descendente de africanos, que precisa conhecer melhor suas raízes, sua historia. Contudo, por se tratar de uma sala onde há uma diversidade religiosa, é visível o descontento de alguns colegas durante as belíssimas aulas sobre a velha África e seus deuses cultuados. Agora vamos compreender o que estudamos até opresente momento.
Trabalhamos com os textos: A África na sala de aula, visita a historia contemporânea (LEITE. Leila Hernandes. – São Paulo: Selo Negro, 2005), e Questões Indígenas na América Latina: Direito Internacional, Novo Constitucionalismo e Organização dos Movimentos Indígenas (Artigo sobre politização da questão indígena na América Latina- Vivian Urquidi, Vanessa Teixeira e Eliana Lana). Eainda os documentários Atlântico Negro na Rota dos Orixás e Povos Indígenas Conhecer para Valorizar. Passamos a ter uma idéia do que é o Continente Africano, onde o mesmo vem a esclarecer que: o povo africano a partir de uma visão européia não existia já que não tinha passado nem historia, colocando toda essa gente em classe inferior a qualquer outros povos em todo o mundo, esses eram osargumentos utilizados pela gente européia para fazer o comercio de pessoas e as matanças descriminadas, logo em seguida vimos que existia duas Áfricas a branca e a negra. Porem o professor traz uma África muito diferente em seu discurso, uma África que produzia ciência, citando as pirâmides no Egito, logo não poderia se tratar de pessoas sem cultura e sem historia, trazendo em seguida os reinos africanos.O reino do Congo, Benin os demais, daí vem a força da tradição africana, por eles terem consciência de sua historia, a tradição se mantém viva. O texto acima mencionado traz em uma de suas paginas:
A tradição oral é encontrada sobretudo nos meios rurais, mais também nos urbanos, no âmbito da vida social, isto é, no “mundo mais eletivo da reciprocidade comunitária”. Tem como seu principal grupode expressão os “guardiões da palavra falada”, responsáveis por transmiti-la de geração em geração. Vele registrar que os que detêm o “conhecimento da palavra falada” revelação divina são denominados “tradicionalistas “e transmitem-no com fidelidade, uma vez que a palavra tem o caráter sagrado derivado de sua origem divina e das forças nela depositadas. Significa dizer que a fala tem uma relaçãodireta com a harmonia do homem consigo mesmo e com o mundo que o cerca. Assim, a mentira é execrada, pois “aquele que corrompe a palavra corrompe a si próprio”.
Dando continuidade para com as aulas, fomos assistir o documentário de nome Atlântico Negro na Rota dos Orixás: que nos mostra uma luta milenar de um povo tão seguros de sua cultura, sua fé que nos parece algo inabalável.
Eles jácomeçam mostrando que sua tradição de fato é algo muito forte dentro de cada um deles, apesar de vir para o Brasil os mesmos guardaram sua identidade, também disseram que a tradição convive com a modernidade, vimos que os costumes africanos estão vivos e fazem parte de cada canto do Brasil com as cores vivas, estilo de musicas, as danças e até mesmo a forma de se falar tem a influência africana. Fizemosa partir daí uma boa discussão com relação aos Voduns que tem relação direta com a comunidade, destacando Legbá que tem a função de proteger e levar as mensagens de alerta a comunidade e ainda é responsável pelo sexo do homem e da mulher, dentro desse bate papo pudemos observar que esse lance de diabo é coisa da igreja católica, por isso os voduns na maioria das vezes estão associados ao mal....
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • relatos
  • relatos
  • Relató
  • RELATO
  • RELATO
  • Relato
  • relato
  • relato

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!