Rela Es Francesas Com A Crise Da Crim Ia

Páginas: 2 (263 palavras) Publicado: 18 de março de 2015
Relações francesas com a crise da Criméia.

A crise na Criméia tem uma relação direta com a União Europeia, e nós como representantes franceses da ONUestamos preocupados a ameaça Russa.
No final de 2013 o ex-presidente Ucraniano Viktor Yanukovich desistiu de assinar o tratado que deixaria livre o seucomércio com a UE, preferindo estreitar suas relações com a Rússia. A decisão do presidente não satisfez a população, que por sua vez foi para a ruamanifestar. Isso tudo levou a queda do antigo governo ucraniano e ao inicio de um governo em prol das relações com a União Europeia.
Logicamente a Rússia nãoaceitou essa decisão da Ucrânia e para pressionar, resolveu ameaçar tomar a Criméia, que não se opôs e inclusive quer se tornar independente, pois a maiorparte de sua população é de origem russa (e têm muita influencia).
Os Estados Unidos e outros países ocidentais, inclusive a França, exigiram que aRússia recuasse suas tropas na Crimeia. Os EUA também ameaçaram a Rússia com sanções, suspenderam as transações comerciais com o país e cancelaram um acordode cooperação militar com Moscou.
Nós, da comissão europeia divulgamos um plano de ajuda de pelo menos € 11 bilhões para a Ucrânia. Nosso embaixadordisse que até o momento, as pressões ocidentais para que Moscou cancele a votação foram em vão.
Ana Odália-2 9°A
Manuella Silveira-19 9°A





a a Ucrânia.Os EUA também anunciaram um pacote de assistência técnica e econômica ao país em uma demonstração de apoio ao novo governo, no valor de US$ 1 bilhão
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • A crise francesa
  • crise do ouro e revolução francesa
  • Solu Es Rela O Entre As Concentra Es
  • Quest Es De IA
  • Crim Ia O Estopim De Uma Nova Guerra Fria
  • Rela es Interpessoais
  • TRABALHO DE RELA ES HUMANAS
  • Analise as quest es com rela o

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!