Psicoterapia analítico comportamental

Páginas: 7 (1683 palavras) Publicado: 3 de maio de 2011
Anais do VI Semana de Psicologia da UEM: Subjetividade e Arte Maringá-UEM 06/10/2004 à 08/10/2004

A PSICOTERAPIA ANALÍTICO-COMPORTAMENTAL Aplicação sistemática dos princípios da aprendizagem à mudança do comportamento, no sentido de promover formas mais adaptativas e positivas de interação” (Sénéchel-Machado, 2001, p. 51). De maneira geral seu objetivo é eliminar o sofrimento das pessoasatravés da alteração do(s) comportamento(s) problema(s) propiciando novas condições de aprendizagem e, conseqüentemente, favorecendo um estilo de vida mais gratificante para a pessoa que solicita este tipo de ajuda. A terapia visa o autoconhecimento do cliente, ensinando-o a observar-se, bem como a fazer relações entre os comportamentos e seus eventos antecedentes e conseqüentes de maneira a tornarevidentes aqueles que precisam ser alterados ou substituídos, assim como a identificar aqueles comportamentos que devem ser mantidos. Para Skinner (1953), a psicoterapia é uma “agência controladora, cuja função é desfazer os efeitos colaterais da punição a que os indivíduos são submetidos; é tarefa do terapeuta colocar-se numa situação diferente (da exercida por outros agentes de controle). Evita,portanto, consistentemente “o uso da punição” (p. 350, citado em Banaco, 2004). A terapia comportamental está baseada nas propostas do behaviorismo radical e é feita a partir de uma unidade que, até o momento, é descrita como possuindo três termos: o comportamento e seu contexto ambiental antecedente e conseqüente. O behaviorismo radical é claramente evolucionista, já que o comportamento humano éconsiderado como sendo o produto conjunto de: a) contingências de sobrevivência responsáveis pela seleção natural; b) contingências de reforço responsáveis pelo repertório dos indivíduos, incluindo c) as contingências especiais mantidas por um ambiente social evoluído. A vida, “definida como uma molécula que se reproduz e, ao se reproduzir é modificada – isto é, selecionada em suas característicaspelas mudanças que é capaz de produzir no meio – representa o primeiro exemplo de transformação ou seleção pelas conseqüências” (Matos, 2004, p. 6). A expressão “seleção pelas conseqüências” resume o modelo proposto por Skinner para o estudo do comportamento. As características anatômicas, fisiológicas e comportamentais passam por sucessivos crivos de uma seleção baseada nos contatos dos organismosvivos com o seu ambiente. As práticas culturais, terceiro nível da seleção por conseqüenciação no modelo skinneriano, representam casos especiais de aplicação do conceito de comportamento operante quando afirma que “é o efeito sobre o grupo, não as conseqüências reforçadoras para membros individuais, que é responsável pela evolução da cultura” (Skinner, 1984). A unidade de estudo, na AnáliseComportamental, é a pessoa como um todo interagindo em um determinado contexto ambiental tão complexo quanto o próprio comportamento. Isto equivale a dizer que só se pode compreender um comportamento apresentado por uma pessoa em particular quando se consegue descrever sob quais circunstâncias ele ocorreu inicialmente e sob as quais se apresenta atualmente,ou seja, quais as variáveis que atuaram nainstalação de um comportamento e se são as mesmas que o mantém no presente.

1 2

Texto elaborado a partir de trabalhos dos autores citados, para fins exclusivamente didáticos. Professora Doutora do DPI/UEM.

1

Anais do VI Semana de Psicologia da UEM: Subjetividade e Arte Maringá-UEM 06/10/2004 à 08/10/2004

As condições sob as quais um comportamento é emitido ou mantido, ou seja, o tipode aprendizagem ao qual o comportamento obedece é denominado de condicionamento e é classificado em respondente e operante. Historicamente, a Terapia Comportamental inicia o seu desenvolvimento a partir de 1920, no famoso experimento realizado com uma criança por Watson e Rayner e em 1924, no tratamento de fobias infantis realizado por Mary Cover Jones. Na década de 30 do século XX, embora...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Psicoterapia cognitivo comportamental
  • Terapia Analitico Comportamental em Grupo
  • Psicoterapia comportamental infantil
  • As bases da clinica analítico-comportamental
  • Terapia Analitico Comportamental em Grupo
  • Terapia Analítico Comportamental
  • Psicoterapia no Modelo Cognitivo Comportamental na Adolescência
  • Estudo de Caso Psicoterapia Cognitivo-Comportamental

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!