psicologia e personalidade

Páginas: 9 (2208 palavras) Publicado: 6 de agosto de 2013

CURSO DE PSICOLOGIA

BRUNA SENA MENDES
ISABEL GOMES
ISABELLA BAHIENSE
LAYZA SAMPAIO
NAYARA HENRIQUE
RAFAELA MOURA






PSICOLOGIA DA PERSONALIDADE
ESTUDO DIRIGIDO











Vila Velha – ES

O objetivo do presente trabalho consiste em demonstrar as contribuições da fenomenologia, como filosofia ou modo fenomenológico de pensar, para o estudo da personalidadesegundo a psicologia humanista-existencial.
No intuito de alcançar tal objetivo, primeiramente faz se necessário definir a fenomenologia enquanto um modo de se fazer filosofia, e demonstrar seus conceitos originários contribuíram para posteriormente fundamentarem a dinâmica da personalidade da psicologia humanismo-existencial de Carl Roger.

Fenomenologia e suas contribuições
Histórico

Ofundador do movimento fenomenológico, surgido no final do século XIX e começo do século XX, foi Edmund Husserl que postulou acerca do conhecimento. (Amatuzzi, 2009).
No contexto histórico-social marcado da época, duas concepções de caminhos a se seguir ao conhecimento existiam: a da ciência positivista, predominante na época como o modo de se chegar ao progresso científico e as “verdades” doconhecimento através da ciência fundada na razão e marcada pela mensuração, medição, verificações e objetividade; bem como um outro caminho para o conhecimento, o da filosofia, que por sua vez trazia para cada filósofo uma proposta distinta gerando assim uma espécie de ceticismo em se chegar a verdade já que não era possível discernir um único posicionamento como o “correto”. (Amatuzzi, 2009).
É nessecontexto que Husserl se propõe a pensar sobre um caminho alternativo para se chegar ao conhecimento, e desenvolve a filosofia da fenomenologia, como uma abordagem de se pensar os fenômenos por meio de reflexões críticas e se chegar ao sentido das coisas (Amatuzzi, 2009; Feijoo, 2011). Posteriormente outros autores buscaram aplicar essa abordagem relacionando a outros aspectos e áreas, como foi ocaso de Heidegger que buscou esclarecer o sentido do ser e da existência, e então elaborar uma análise existencial a partir da fenomenologia hermenêutica (Amatuzzi, 2009; Feijo, 2011).

Contribuições de Husserl
Segundo Husserl, tanto os conhecimentos do sensu comum como os da ciência, tendem a adotar uma “atitude natural” e ingênua diante das experiências, ou seja, adotamos umapostura em considerar os fatos como naturais, tomamos como verdade aquilo que é visto imediatamente ou aquilo que é comprovando empiricamente, além disso, em ambos os tipos de conhecimento existe o pressuposto de que o homem é constituído por verdades confirmadas, como algo fechado em si mesmo, como um objeto com suas propriedades, separado do mundo. (Feijo 2011).
O autor defende uma atitudeantinatural, e não ingênua, em que deve se pensar os fenômenos por meio de uma reflexão crítica em que “precisamos deixar de tomar a verdade com referenciais e categorias hipostasiantes, como se as coisas fossem estruturadas naturalmente, dando a ideia falsa de que se conhece a verdade” (Feijo, 2011, p.415). Nesse sentido, é contra as tendências de criar teorias e conceitos universais, e trazatravés da suspensão dessa “atitude natural” o meio de se chegar a ”voltar as coisas mesmas”, expressão de Husserl para afirmar a volta ao que aparece na experiência quando utilizamos a abordagem fenomenológica.
Husserl afirma que devemos considerar a experiência em si mesma, independentemente dos juízos de valores, como normalmente somos levamos a fazer quando Amatuzziafirma quando me comporto pela atitude natural:
Há aí um juízo implícito da realidade; não paro para considerar a em si mesma. Se, pelo contrário, fizer exatamente isso- considerar minha experiência e deixar de me transportar espontaneamente para a realidade – estarei exercendo uma outra atitude: não natural, mas a fenomenológica (2009, p.95)

Husserl ainda defende que o...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Psicologia da personalidade
  • psicologia da personalidade
  • Psicologia Da Personalidade
  • Psicologia da Personalidade
  • PSICOLOGIA DA PERSONALIDADE
  • A psicologia da personalidade
  • Psicologia da personalidade
  • Psicologia da Personalidade

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!