Psicografia como meio de prova

Páginas: 19 (4516 palavras) Publicado: 13 de junho de 2011
ASSOCIAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DO PIAUI

PSICOGRAFIA COMO MEIO DE PROVA

Aluno:

Teresina 2010

PSICOGRAFIA COMO MEIO DE PROVA



Teresina 2010.
1.0 INTRODUÇÃO

Como provar se constitui um dos assuntos mais importantes do direito processual, seja civil, seja penal. Sujeita-se, inclusive, ao aparecimento de novas possibilidades demeios que traduzem a dinâmica do tema. Descobrir a verdade é algo tão instigante quanto o pensamento humano.
Nessa questão, envolve-se a ciência com o ávido propósito de investigar e obter tais respostas. Os resultados passam a ser verdades cientificas, posto que são tidos como provados.
É nesse campo de atuação – verdade- ciência – prova que surge a psicografia como um meio de prova idôneo aser utilizado nos meios jurídicos.
Podemos sim apresentar a viabilidade da utilização da psicografia como meio de demonstração da veracidade de um fato argüido sem o envolvimento de teorias religiosas.

2. A VERDADE
A verdade afigura-se algo relativo a está intimamente ligada ao conhecimento. Hilton Japiassu na obra “Questões Epistemologicas”, citado por Leda Miranda Hühne (1988, p, 29), dizque “ no mundo plural em que vivemos não existe a verdade mas verdades sempre produzidas e elaboradas dentro desse contexto”.
O pensamento esposado por Jupiassu abre espaço para a possibilidade de novas descobertas no campo da realidade. Demonstra um mundo que não é estático, mas plural, em que o conhecimento é essencial para o desenvolvimento do entendimento daquilo que mais se aproxima de “uma”verdade.
Assim, facilmente percebe-se que tal questão está adstrita a sua contextualização. E mais, que o aparecimento de algo novo surge de pesquisas decorrentes de incerteza das teorias estudadas.
É nesse contexto que se insere a psicografia como meio de prova e que será discutida mais adiante.
Novamente Hilton Japiassu, em obra já referida, defende, portanto, que a busca constante “da”verdade é mola propulsora para o aprimoramento do conhecimento: Do ponto de vista epistemológico, nenhum ramo do saber possui a verdade. Esta não se deixa aprisionar nenhuma construção intelectual. Uma verdade possuída não passa de um mito, de uma ilusão ou de um saber mumificado [...] Ao invés de vivermos das evidencias e das teorias certas, como se fossemos proprietários da verdade. Porque somostodos pesquisadores, e não seus defensores. A este respeito torna-se imprescindível uma opção critica. Esta só pode surgir da incerteza de teorias estudadas. Se estas já fossem certas, não haveria possibilidade de se fazer uma opção. Por isso, creio ser um atentado contra o processo de maturação intelectual toda tentativa de se ministrar ou transmitir a verdade. O que precisamos fazer é relativizara produção intelectuais e os produtores de conhecimento. Vejo como algo de extremamente saudável, fonte de saúde mental e intelectual, o gosto amargo das incertezas e a dor intima do desamparo faze a posturas intelectuais relativizadas, incapazes de se ancorarem em parâmetros absolutos. (JAPIASU, 1981, p. 35-36 apud HÜHNE, 1988, p 32.)
A verdade real, pois é, algo intangível e assim o diz FredieDidier Jr. 92006, p.484). Entretanto, nada impede sua busca, mesmo que esta exista para obtenção de questões valorativas dentre aquilo que se pretenda dizer, mostrar ou provar. A esse despeito, cabe esclarecer que a verdade está atrelada à moral e, aliado a isto, dela se utilizam todas as ciências, a fim de estabelecerem demonstrações daquilo que se afirma ou se pretende afirmar.
Não é diferentea procura da verdade no meio jurídico. Neste caso, busca-se o confronto das alegações das partes. Com a verificação do que mais se aproxima da existência, ou não, de fatos. Considerando-se todo um aspecto conjuntural sociológico determinante, motivador o suficientemente necessário para servir ao fim único de convencimento do juiz. Tem-se aí a prova.

3. A PROVA
O Verbete prova, segundo o...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • A psicografia como meio de prova no direito
  • A PSICOGRAFIA COMO MEIO DE PROVA NO PROCESSO PENAL
  • A PSICOGRAFIA COMO MEIO DE PROVA NO JUÍZO CÍVEL
  • Psicografia como meio de prova no processo penal brasileiro
  • psicografia como prova
  • A psicografia como prova no processo penal
  • Meios de Prova Onus da Prova
  • Meios de prova

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!