PRONTO Esgotos De Paris

Páginas: 13 (3095 palavras) Publicado: 6 de junho de 2015
OS ESGOTOS DE PARIS

História
Tão cedo quanto o século XII, o solo de Paris começou a ser perfurado para a extração de calcário e pedras usadas na construção de muitos edifícios da cidade, entre eles a própria catedral de Notre-Dame. Essa exploração, a princípio irregular e depois sistemática, provocou a formação de cavernas subterrâneas no subsolo parisiense. Para evitar desabamentos, asescavações eram escoradas por pilares naturais feitos da própria rocha para suportar o peso do teto da galeria. Com o abandono da atividade, sobraram 300 quilômetros de cavernas que permaneceram abandonados por anos. Por volta de 1.200 os Romanos construíram os primeiros esgotos de Paris, onde pensou-se em pavimentar as principais ruas e instalar um canal de drenagem, com o objetivo de escoar as águasque antes ficavam empossadas formando fossas, pois o esgoto fluía para o rio Sena por fluxos de ruas e gárgulas.
A partir do século XIV foi construído o primeiro arco de alvenaria de esgoto, localizado na Rua Montmartre conectado com o córrego Ménilmontante, construído também outras cinco redes de esgoto parcialmente á céu aberto.
Até o século XVIII, a urina e as fezes são recolhidas em fossasgotejantes, envolvidas na degradação das águas subterrâneas e na poluição da água de poço. As fossas são esvaziadas regulamente por catadores; As fezes são extraídas e enviadas para a estrada Montfaulcon onde elas secam e o material é vendido aos agricultores como fertilizantes.
Nos anos de 1.800, as condições higiênicas nas capitais Europeias que se expandiam rápida e aleatoriamente, passaram porvários períodos críticos ao ponto de serem definidas como as cidades pestilentas.
As redes de esgotos se desenvolvem gradualmente, tendo como gatilho a grande epidemia de cólera em 1832. A cólera é uma doença infecto contagiosa do intestino delgado, geralmente transmitida por meio de alimento ou água contaminado. A epidemia se dava devido aos esgotos que transbordavam, se espalhando pelas ruas dacidade e atingindo até 35 cm de altura. Quanto ao escoamento era realizado pelas enxurradas, as quais mais entulhavam do que varriam. No início deste século, o esgoto de Paris era ainda um lugar misterioso. A lama jamais pode ter boa fama; Paris sabia confusamente que tinha sobre si um subterrâneo terrível.
A rede de esgoto embora sendo renovada e ampliada pouco depois de 1830 pelo Prefeito daregião do Sena foi insuficiente e qualquer caso de escassez de água não permitia seu funcionamento adequado. Sendo assim em 1853, Napoleão III, após admirar as excelentes obras feitas em Londres, que direcionaram todos os esgotos da cidade a uma rede subterrânea, confiou ao engenheiro George Eugene Haussmann a realização de uma profunda renovação urbana. Com o objetivo de eliminar os terríveis miasmasque afetavam a população, assim possibilitando construções de ruas que ligavam as diversas partes das cidades, construção de área verde e largas avenidas arejadas para eliminar o odor causado pelo esgoto. Aproveitando a oportunidade das obras de escavação para construção de novas avenidas, 600 km de novos canais e tubulações foram criados, para coletar a água da chuva industrial e doméstica, poréminicialmente não continha fossas. Após o funcionamento da rede o esgoto não era mais esvaziado no Sena e suas águas foram consideradas mais limpas que a do Rio Tâmisa, ponto de referência nas obras de recuperação de cidade pestilentas.
Anteriormente a 1850 o sistema de abastecimento de água de Paris era inadequado para sua crescente população. O esgoto era descarregado diretamente no Rio Sena, afonte primária já então crítica de abastecimento de água potável. Georges-Eugène Haussmann foi incumbido por Napoleão III de França a modernizar a cidade, escolhendo Belgrand como diretor do departamento de águas e esgotos de Paris, em março de 1855. Hausmann foi influenciado pela aplicação da geologia à engenharia hidrálica praticada pela École Polytechnique durante o projeto de uma fonte de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Paris
  • paris
  • Paris
  • Paris
  • Paris
  • Paris
  • Paris
  • Paris

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!