projeto mulher mais

Páginas: 7 (1529 palavras) Publicado: 10 de dezembro de 2013
Sistema de Ensino Presencial Conectado
serviço social

ANA LÚCIA FELIZARDO











CURSO DE SERVIÇO SOCIAL
ESTÁGIO CURRICULAR OBRIGATÓRIO II

Coordenadora do curso: Profª. Adarly Rosana Moreira Goes













ARIQUEMES - 2013
ANA LÚCIA FELIZARDO










Mulher Mais: Oficina de prevenção a violência doméstica no CRAS.






Projeto deação apresentado como requisito parcial para obtenção de nota semestral na disciplina de Estágio Curricular Obrigatório II do VI semestre do curso de Serviço Social da UNOPAR – Universidade Norte do Paraná.
Orientadora. Profª Maria Neuza Luiz Gomes









Ariquemes - 2013

SUMÁRIO




1. APRESENTAÇÃO 3
2. JUSTIFICATIVA 4
3. OBJETIVOS 5
4. PÚBLICO ALVO 6
5. METAS A ATINGIR6
6. METODOLOGIA 7
7. RECURSOS HUMANOS 8
8. PARCEIROS OU INSTITUIÇÕES APOIADORAS 8
9. AVALIAÇÃO 8
8
10. CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO 9
11. BIBLIOGRAFIA REFERENCIADA 9













1. APRESENTAÇÃO


Esse projeto tem a finalidade de apresentar algumas formas de prevenção de violência contra a mulher, o estagio será realizado no Centro de Referência de Assistência Social –(CRAS) Betinho, Av. Jamari, 4651, Setor 02, Ariquemes.
O CRAS tem um trabalho preventivo, e atende, dentro destes objetivos, diversas demandas surgidas no cotidiano. Preza pela qualidade do atendimento aos usuários.
No Brasil a violência doméstica tem números alarmantes: “são 2,1 milhões de mulheres espancadas por ano, sendo 175 mil por mês, 5,8 mil por dia, 4 por minuto e uma a cada 15segundos.” Lei Maria da Penha.
Esta violência é combatida de forma sistemática e contínua, mas observa-se um aumento no número de casos, mesmo após a Lei Maria da Penha, que prevê políticas públicas de combate à violência doméstica e punições mais severas aos agressores, colocando como crime vários tipos de violência que antes da Lei não era observado, ou era não era dada uma atenção devida.
Esta lei sebaseia no conceito de gênero, que é a construção social e cultural das relações e diferenças entre homens e mulheres. E define violência doméstica aquela que é cometida por alguém que tem ou teve algum grau afetivo ou familiar com a vítima.
O artigo 7º da Lei Maria da Penha, baseada na Constituição Federal define os tipos de violência como física, psicológica, sexual, patrimonial e moral. Não évista e considerada violência apenas àquela que deixa marcas visíveis no corpo, mas aquela violência que deixa outros tipos de “marcas” ou traumas, como acontece com a violência psicológica e a moral. Também traz mudanças na forma de entender a violência sexual, que pode acontecer até mesmo entre casais.
A Lei teve e tem uma enorme contribuição no combate à violência doméstica, embora faltem aindapolíticas públicas e órgãos capazes de atender a demanda, com rigorosidade a que se deve.


2. JUSTIFICATIVA


A violência Doméstica contra a Mulher sempre esteve presente na nossa sociedade e começou a ser combatida pelos primeiros movimentos feministas na década de 1970, mas ainda hoje se verifica que faltam políticas básicas e programas voltados especificamente a essas mulheres. Noatendimento a estas faltam pessoas que o façam de maneira satisfatória ficando muito precário. E até mesmo uma casa de apoio que acolha as mulheres vítimas que se veem obrigadas a sair de suas casas para proteger a si ou a seus filhos é dirigida por uma entidade não governamental. Não existe no município por parte do Poder Público um abrigo capaz de acolher estas mulheres.
Observa-se a falta de umapolítica integrada de atendimento e acompanhamento as diversas situações.
Por outro lado a violência física é mais vista nas classes sociais mais baixas, e por isso as mulheres que mais são vítimas são aquelas que seus meios de sobrevivência dependem de seus parceiros, dificultando assim o combate.
Neste sentido é urgente e necessário avaliar a situação das mulheres vítimas de violência...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Projeto mulher
  • Projeto Blog Papo De Mulher
  • Projeto mulher e suas barreiras
  • Projeto de ergonomia- mulheres que amamentam
  • Projeto de Invertenção Mulher Politizada
  • Projeto de referência da mulher crm
  • Projeto Oficina Direitos da Mulher
  • Projeto mulher politizada

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!