praticas complementares de enfermagem

Páginas: 49 (12007 palavras) Publicado: 31 de agosto de 2013
SUMÁRIO
SUMÁRIO 1
1. Introdução 3
2. As Praticas Complementares e a Enfermagem 5
3. Conceito e Objetivos 6
4. História das Práticas Complementares 6
4.1 Terminologia 8
4.2 Características das Práticas Complementares 10
4.3 Fundamento das Práticas Complementares 10
4.4 Legislação Reguladora 11
4.5 As Práticas Complementares e as Teorias de Enfermagem 13
4.5.1 Acupuntura,Auriculoterapia e Enfermagem 14
4.5.2 Fitoterapia como Terapêutica Alternativa e Promoção da Saúde 18
4.5.3 Iridologia 21
4.5.4 O uso da Música na Assistência de Enfermagem no Brasil 23
4.5.5 Reflexologia: Uma Técnica Terapêutica Alternativa 26
4.5.6 Terapia floral 28
4.5.7 Relaxamento O relaxamento atua no reequilíbrio do organismo. Entre as técnicas temos o RelaxamentoProgressivo de Jacobson, e o Relaxamento de Schultz. Entretanto a maioria das terapias complementares, também, leva os indivíduos a apresentarem a resposta de relaxamento. Tais técnicas estão relacionadas à interação existente entre dor, tensão muscular e ansiedade, porque um paciente com dor geralmente apresenta sentimentos de apreensão e medo, levando-o à tensão muscular que, por sua vez, piora o quadrodoloroso. O relaxamento promove a diminuição destes fatores, principalmente da tensão muscular, melhorando o quadro doloroso, pois a contração muscular contribui para a exacerbação da dor, atuando nas terminações nervosas, principalmente na dor crônica. Portanto, quase todas as pessoas com dor crônica podem beneficiar-se de algum método de relaxamento, os quais combatem a fadiga e a tensãomuscular, promovendo até mesmo distração, aliviando a dor do paciente (SMELTZER; BARE, 2002; SILVA; LEÃO, 2004). Estudos demonstram que a técnica de relaxamento aplicada em sessenta e um pacientes que realizaram intervenção cirúrgica abdominal, obteve redução da dor em 85,3% dos casos (PAULA apud SILVA; LEÃO, 2004), sabendo que, na dor crônica a diminuição da intensidade da dor foi observada empacientes com fibromialgia (SOUZA, 2001), e a na dor oncológica, reduzindo o uso de medicamentos para o alívio da dor (SLOMAN et al. apud SILVA; LEÃO, 2004), demonstrando, que esta terapia complementar favorece os pacientes com dor crônica. 29
4.5.8 A Aromaterapia 29
4.5.9 A massagem 30
4.5.10 O Reiki 31
4.5.11 O toque terapêutico 31
5. EnfermagemAntroposófica 32
Conclusão 34
Referência Bibliográfica 35

1. Introdução
A maioria das práticas complementares dá ênfase ao tratamento da pessoa doente e não propriamente à doença. Para as práticas, o corpo consiste num sistema indivisível de partes inter‑relacionadas e os preceitos que lhe dão sustentação são frutos da observação e da percepção do homem, da natureza que o cerca.Essa concepção holística está muito mais próxima da moderna abordagem sistêmica do que o modelo cartesiano, sobre o qual a medicina ocidental tem se apoiado nos últimos séculos.
Justifica‑se o crescente interesse da utilização dessas práticas, em parte pelas limitações que a medicina ocidental tem encontrado no tratamento e cura de muitas doenças, especialmente as crônicas edegenerativas, devido a seu ponto de vista unidirecional, parcial e reducionista. Em contrapartida, as práticas integrativas e complementares têm alcançado grande sucesso e êxito no controle e tratamento de doenças, trazendo bem‑estar e melhor qualidade de vida para os usuários. O uso das práticas complementares é desafiador, pois requer novas abordagens e formas de pensar, exigindo disposição naconstrução de outros paradigmas, que permitam percepções mais amplas, a fim de perceber e atuar, tanto no micro quanto no macrocosmo do universo humano. Muitas vezes os “roteiros” utilizados para se alcançar determinados resultados não se parecem em nada com os convencionais, mas isto não os torna irreais ou menos eficazes. Para quem utiliza esse tipo de prática, é necessário estar preparado para a...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Praticas complementares
  • praticas de enfermagem
  • Práticas de enfermagem
  • enfermagem pratica
  • Práticas de enfermagem
  • ENFERMAGEM PRATICA
  • Prática da enfermagem
  • Terapias Complementares no Cuidado de Enfermagem

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!