portugues dissertativo

Páginas: 2 (281 palavras) Publicado: 21 de outubro de 2014
TODOS SÃO IGUAIS PERATE A LEI ?A justiça não tem noção de quantas pessoas estão presa por um motivo que possa ser resolvido rápido mas fazem maior burocracia. Issofaz com que cadeias lotem onde deveria esta preso criminoso de alta pericosidade e o que estão presos são aqueles que fizeram pequenos furtos com Exemplo:Celular,bolsa.A justiça não tem sentimento,cor,raça ela apenas julga pelo que esta escrito nos altos e se o condenado poder mostra sua inocência ai depois de muito tempo talvez elevenha a sai.
Todos nós temos o direito iguais perante a lei do homens mas nem sempre são compridas porque só esta preso filhos de família humildes os filhos dos ricosestão solto pagam uma fiança e estão logo em liberdade para fazer tudo de novo. Nossa justiça ela deveria ter programas sócias dentro dos presídios e fora.mas a culpa édos nossos governadores eles não resolvem nada prometem tudo perante a política e logo depois esquece ou fingem.todos nos temos culpa por colocar governadoresincompetentes.A consequência de tudo acarreta na sociedade sim porque quem esta preso na verdade somos nos trabalhadores que acordamos cedo para ir ao trabalho e não sabemos sevoltamos com tanta violência.Bandido é que esta solto e nos estamos preso.
Hoje o exemplo maior é que somos refém de nos mesmo porque não podemos fazer nada e quando nosfazemos temos medo mas pergunto medo porque?sim somos pessoas de bem trabalhamos pagamos nossos impostos mesmo assim somos refém de nos mesmo.onde iremos para não mascada dia que passa fica mas difícil de viver.
Maria das Vitorias de Oliveira Melo
Curso ciências contábil
Professor Augusto /Evolução do Pensamento
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • dissertativo
  • dissertativo
  • dissertativo
  • Dissertativo
  • Texto dissertativo
  • Texto dissertativo
  • Texto dissertativo
  • Texto dissertativo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!