Pojeto brincando que aprende

Páginas: 17 (4180 palavras) Publicado: 22 de novembro de 2013
INTRODUÇÃO

O então chamado “Grupo Gente Nova” fundando no dia 10 de maio de 1963, por iniciativa do Padre Eulálio Lafuente e dos alunos do Colégio Ibituruna, tendo como objetivo atender as necessidades materiais, educativas e pastorais do bairro Carapina, um dos mais carentes de Governador Valadares. O trabalho era bastante amplo: realizavam visitas e cadastro das famílias, trabalhavam naeducação formal e não formal e geração de renda, ofereciam palestras sobre diversos temas, eram responsáveis pela catequese e a formação de catequistas, da chegada ao bairro: da água, da luz, das ruas e das escadas.
No ano 1993, foi inaugurado o Centro de Apoio ao Menor São José de Calazans que acolheu a maior parte das atividades até o ano 2006. Durante esses anos, o trabalho consistiu em:fortalecer com educadores contratados e voluntários atividades como o bordado, o inglês, a capoeira e a computação; oferecer à comunidade atendimentos médicos e psicológicos; acolher a medida socioeducativa de semiliberdade; dar assistência social às famílias; participar da Prestação de Serviço à Comunidade (PSC), esse por sua vez segundo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), e a ConstituiçãoFederal juntamente com o Código Penal, afirma que os menores de dezoito anos são penalmente inimputáveis, ou seja, não poderão ser condenados. Ao adolescente que praticar ato infracional devem ser, portanto, aplicadas as medidas socioeducativas previstas no Art. 112 do ECA. Essas medidas são aplicadas visando garantir que o adolescente seja responsabilizado pelos atos por ele praticados, mas que tambémlhe sejam oferecidas oportunidades de desenvolvimento pessoal e social, visto que se trata de pessoa em desenvolvimento social e afetivo; o Centro promove ainda o Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) na qual se articula com um conjunto de ações para retirar crianças e adolescentes com idade inferior a 16 anos da prática do trabalho precoce, exceto quando na condição de aprendiz, apartir de 14 anos. O programa compreende transferência de renda – prioritariamente por meio do Programa Bolsa Família –, acompanhamento familiar e oferta de serviços socioassistenciais, atuando de forma articulada com estados e municípios e com a participação da sociedade civil, por fim ainda há o desenvolvimento do Programa Casa Lar que se constitui em um programa de acolhimento provisório acrianças e adolescentes afastadas do convívio familiar. Proporcionam cuidados de qualidade, condizentes com os direitos e necessidades físicas, emocionais e sociais dos educandos. O atendimento é realizado em unidades residenciais, onde há a presença da mãe social que se responsabiliza pelos cuidados das crianças e adolescentes, estabelecendo uma relação afetiva estável e saudável, promovendo hábitose atitudes de autonomia e de interação social com a comunidade. O trabalho se estende às famílias que recebem acompanhamento visando o retorno dos filhos ao lar. É um programa de acolhimento provisório e excepcional para crianças e adolescentes de ambos os sexos, em regime de coeducação, priorizando grupo de irmãos, sob medida de proteção (conforme art. 98 do Estatuto da Criança e do Adolescente)e em situação de risco pessoal e social, encaminhados pela vara da infância e juventude e pelo Conselho Tutelar. São duas casas lar: Esperança e Alegria.
Em 2007 foi então inaugurado o Centro Educativo e Social São José de Calasanz – Itaka- Escolápios GV, concentrando a maioria dos projetos sociais desenvolvidos pela entidade e gerenciando as Casas Lar Esperança e Alegria. 
Itaka-Escolápios GV -Centro Educativo e Social São José de Calasanz encontra se localizado à Rua Carlos Chagas, n° 66 no bairro Santa Helena em Governador Valadares/MG, a mesma tem como missão contribuir para a formação educacional, social e cultural da criança, do adolescente e do jovem em situação de vulnerabilidade social e sua família, visa construir uma sociedade mais justa e solidária a partir de intervenções...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • É brincando que se aprende
  • É BRINCANDO QUE SE APRENDE
  • Brincando Que Se Aprende
  • Brincando se aprende
  • Brincando tambem se aprende
  • A Crian A Aprende Brincando Monica
  • projeto brincando é q se aprende
  • JOGANDO E BRINCANDO TAMBÉM SE APRENDE

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!