Peter Drucker

Páginas: 24 (5858 palavras) Publicado: 11 de setembro de 2013
O futuro já chegou
Por Peter Drucker
São Paulo, 22 de março de 2000 (Edição 710) - O impacto verdadeiramente revolucionário da
Revolução da Informação está apenas começando a ser sentido. Mas não é a informação que
vai gerar tal impacto. Nem a inteligência artificial. Nem o efeito dos computadores sobre
processos decisórios, determinação de políticas ou criação de estratégias. É algo quepraticamente ninguém previa, que nem mesmo era comentado 10 ou 15 anos atrás: o comércio
eletrônico - ou seja, a emergência explosiva da Internet como importante (e, talvez, com o
tempo, o mais importante) canal mundial de distribuição de bens, serviços e,
surpreendentemente, empregos na área administrativa e gerencial. É ela que está provocando
transformações profundas na economia, nos mercadose nas estruturas de indústrias inteiras;
nos produtos, serviços e em seus fluxos; na segmentação, nos valores e no comportamento
dos consumidores; nos mercados de trabalho e de emprego. Mas talvez seja ainda maior o
impacto exercido sobre a sociedade, a política e, sobretudo, sobre a visão que temos do
mundo e de nós mesmos.
Ao mesmo tempo, novas e inesperadas indústrias vão surgir, semdúvida alguma - e
rapidamente. Uma delas já está entre nós: a biotecnologia. Outra é a criação de peixes. Nos
próximos 50 anos, a criação de peixes pode nos transformar de caçadores e coletores
marinhos em pecuaristas marinhos. Exatamente como mais ou menos 10000 anos atrás, uma
inovação semelhante transformou nossos ancestrais de caçadores e extrativistas em
agricultores e pastores.
É provávelque outras tecnologias surjam de repente, levando à criação de novas indústrias.
É impossível sequer dar um palpite quanto à sua natureza. Mas que elas vão surgir, e em
pouco tempo, é altamente provável. Na verdade, é quase certo. E é quase certo que poucas - e
só algumas das indústrias baseadas nelas – virão dos computadores e da informática. Como a biotecnologia e a criação de peixes, cada umasurgirá a partir de tecnologia própria e inesperada.
É claro que isso tudo não passa de previsões. Mas elas são feitas com base na premissa de
que a Revolução da Informação vai seguir o mesmo caminho percorrido por várias outras
evoluções tecnológicas nos últimos 500 anos, desde a revolução da imprensa iniciada por
Gutenberg em 1455. A premissa é, especialmente, que a Revolução da Informaçãovai ser
semelhante à Revolução Industrial do final do século 18 e início do século 19. E, de fato,
é exatamente assim que a Revolução da Informação tem sido em seus primeiros 50 anos.
A ferrovia
A Revolução da Informação se encontra no ponto em que a Revolução Industrial estava no
início da década de 1820, cerca de 40 anos depois de a máquina a vapor aperfeiçoada por
James Watt (montada pelaprimeira vez em 1776) ter sido aplicada a uma operação industrial a fiação de algodão. E a máquina a vapor foi para a primeira Revolução Industrial aquilo que o
computador vem sendo para a Revolução da Informação: seu gatilho, mas também, e sobretudo, seu símbolo.
Hoje em dia, quase todo mundo acredita que nunca na história econômica alguma coisa
avançou tão rapidamente ou exerceu um impactomaior do que a Revolução da Informação.
Mas a Revolução Industrial avançou pelo menos tão rapidamente quanto ela no mesmo espaço
de tempo e, provavelmente, exerceu impacto igual - se não maior. Resumindo: ela mecanizou a
maioria dos processos manufatureiros, começando com o do produto industrial básico mais
importante do século 18 e início do 19: os têxteis. A Lei de Moore diz que o preço doelemento
básico da Revolução da Informação, o microchip, cai 50% a cada 18 meses. O mesmo se
aplicava aos produtos cuja manufatura foi mecanizada pela primeira Revolução Industrial. O
preço dos tecidos de algodão caiu 90% nos 50 primeiros anos do século 18. Durante o mesmo
período, a produção de tecidos de algodão foi multiplicada por 150, apenas na Grã-Bretanha.

Embora os têxteis fossem...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • peter drucker
  • Peter drucker
  • Peter Drucker
  • Peter drucker
  • Peter drucker
  • Peter drucker
  • Peter drucker
  • quem foi Peter Drucker

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!