Perda de carga

Páginas: 5 (1055 palavras) Publicado: 24 de novembro de 2012
CENTRO UNIVERSITÁRIO DO LESTE DE MINAS GERAIS
LABORATÓRIO DE MECÂNICA DOS FLUIDOS

PRÁTICA 05 – PERDA DE CARGA

OBJETIVOS:  Compreender e visualizar o fenômeno da perda de carga em condutos forçados e relacionar com a Vazão e rugosidade das paredes internas destes, aplicando conhecimentos básicos da dinâmica dos fluidos.

FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA: 1. INTRODUÇÃO 1.1.

CONCEITO DE PERDA DECARGA:

Perda de energia mecânica disponível no escoamento de um fluido real por conversão de parte desta em calor. As fontes principais de perda de carga são: Perda de carga distribuída:- atrito com as paredes do conduto. – A viscosidade do fluido Perda de carga localizada:- devido ás singularidades de um conduto. 1.2. DETERMINAÇAO TEÓRICA DE PERDA DE CARGA DISTRIBUÍDA:

Equação de Darcy –Weiss Bach: HP = f. L /d . ((V**2) /2g) f = fator de atrito, f (e/D, Re) . e/D =Rugosidade/diâmetro . Re = número de Reynolds 1.3. DETERMINAÇAO EXPRIMENTAL DE PERDA DE CARGA DISTRIBUÍDA EM UM TUBO FORÇADO:

Equação de Bernoulli extensiva para o fluido real: Considerando um escoamento de um fluido incompressível em regime permanente, fluxo unidimensional, entre uma seção de entrada (1) e uma desaída ( 2 ), de um conduto tem –se : Z1+ (p1 / γ) + (V1**2 /2g) = Z2+ (p2 /γ) + (V2**2 /2g) + hp
Para Z1 = Z2 e sendo D1 =D2 , em regime permanente : V1 = V2 , fica:

HP = (p1 - p2) / γ
Lab. de Mecânica dos Fluidos 1

1.4.

MEDIÇÃO DE VAZÃO COM TUBO DE VENTURI Q = C. A2. (2.( P1-P2) / / ρ )**1/2 Onde C = coeficiente de vazão ... A2 = área da garganta

1.5.

MEDIÇÃO DE VAZÃO COM PLACA DEORIFÍCIO
Q = C. Ao. (2.( P1-P2) / ρ )**1/2 ; Onde C = Coeficiente de vazão , A0 = área do orifício

2. PROCEDIMENTO EXPERIMENTAL a) Realizar uma montagem conforme abaixo, os dados deverão ser registrados e salvos no microcomputador. b) Ligar o Módulo Experimental. Abrir o registro de entrada e depois o tubo de 38 mm rugoso, fechando os demais. c) Medir a perda de carga distribuída no tubo rugosousando manômetro diferencial de Hg de 400 mm. d) Medir a vazão no mesmo tubo rugoso usando manômetro diferencial de Hg de 400 mm. e) Repetir os procedimentos acima para obter a perda com no mínimo cinco vazões. f) Medir a perda de carga distribuída no tubo liso usando manômetro diferencial de Hg de 400 mm. Medir a vazão no mesmo tubo liso usando manômetro diferencial de Hg de 400 mm. Repetir osmesmos procedimentos para obter a perda com no mínimo cinco vazões. g) Determinar as perdas de carga em metros, vazões em litros por segundo e as velocidades. h) Determinar f (fator de atrito), Re (número de Reynolds), para cada dado de perda de carga obtido. i) Traçar para os dois tubos de medida, gráficos de:  Perda de carga versus vazão  Perda de carga versus energia cinética específica,  f(fator de atrito) versus Re j) Analisar gráficos e resultados obtidos comparando com os previstos na teoria.

Lab. de Mecânica dos Fluidos

2

3. RESULTADOS 3.1. TABELAS

AMOSTRA 1 2 3 4 5 6

 hp 0,040 0,050 0,060 0,073 0,085 0,097
 hp
0,025 0,030 0,035 0,040 0,050

TUBO RUGOSO
hp 0,498 0,623 0,747 0,909 1,058 1,208 ho 0,120 0,155 0,180 0,214 0,260 0,300 Q 0,108 0,135 0,162 0,1970,230 0,262 V 0,095 0,119 0,143 0,174 0,202 0,231 V2/2g 0,045 0,070 0,100 0,148 0,201 0,262 Rey 603,288 754,110 904,932 1101,001 1281,987 1462,973
log 10 (Re y )

2,781 2,877 2,957 3,042 3,108 3,165
log 10 (Re y )

f 0,189 0,151 0,126 0,104 0,089 0,078

TUBO LISO
AMOSTRA 1 2 3 4 5 hp 0,311 0,374 0,436 0,498 0,623 ho 0,125 0,155 0,200 0,260 0,335 Q 0,068 0,081 0,095 0,108 0,135 V 0,0600,071 0,083 0,095 0,119 V2/2g 0,017 0,025 0,034 0,045 0,070 Rey 377,055 452,466 527,877 603,288 754,110 f 0,302 0,252 0,216 0,189 0,151 2,576 2,656 2,723 2,781 2,877

3.2.

GRÁFICOS

GRÁFICO hp X Q
1,400 1,200 0,700

0,623 0,498 0,436 0,374 0,311 0,498
1,058

1,208 0,909 0,747

0,600

1,000
0,800

0,500
0,400

hp

0,600 0,400
0,200

0,623

0,300 0,200
0,100

RUGOSO...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Perda de Carga
  • perdas de carga
  • perda de carga
  • Perda de carga
  • Perda de carga
  • Perda de carga
  • Perdas de carga
  • Perda de Carga

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!