Perda Auditiva no Idoso

Páginas: 14 (3261 palavras) Publicado: 1 de dezembro de 2014
INTRODUÇÃO

A população mundial está envelhecendo. Em termos sócio-demográficos, isto pode ser explicado pela queda nas taxas de natalidade em vários países e pelo aumento da expectativa de vida, principalmente em função das mudanças ocorridas nos setores econômico e científico.
De acordo com Bee (1997, p.516), essa mudança demográfica trará consigo uma variedade de conseqüências, algumasóbvias, outras sutis, sobre a cultura de todos os países afetados.
Neste trabalho será contemplada a fase do desenvolvimento da velhice, estágio final do ciclo de vida, onde acontecem mudanças físicas muito específicas da idade, como a perda de audição.
Este estudo pretende discorrer sobre a perda auditiva nos idosos - a presbiacusia - suas causas, tratamento e prognóstico, bem como apresentarconsiderações sobre essa fase tardia da vida adulta, sobre o envelhecimento, com suas características, mudanças físicas, psicológicas e comportamentais.















1 ENVELHECIMENTO

O idoso jovem abrange a faixa etária de 65 a 75 anos de idade, enquanto o idoso tardio possui idade superior a 75 anos.
Por volta dos 75 anos acontece uma perda do QI total, perda auditiva e dacapacidade aeróbica, apesar de que o envelhecimento seja um processo também individual.
Para praticamente todos os sistemas há uma perda de função que se inicia ao redor dos 40 anos e continua gradativamente pelo resto da vida.
Quanto às habilidades cognitivas, Bee (1973) diz que as deficiências cognitivas são sutis dos 65 aos 75 anos. As perdas físicas, entretanto, como a perda de audição,aumentam aos 65 anos, concomitante à perda de visão, diminuição dos reflexos (sinapses), perda de massa óssea (em especial nas mulheres) e alterações no paladar e olfato. O reflexo dos maus hábitos de toda a vida aparecem nessa fase em forma de doenças.
O envelhecimento biológico é caracterizado pela perda da homeostase (equilíbrio interno) sob estresse fisiológico, e aumento da fragilidade doindivíduo. Percebemos então que o envelhecimento é um processo biológico natural, onde aparece a diminuição da sensibilidade dos órgãos do sentido, ou seja, o envelhecimento dos cinco sentidos.
O envelhecimento se dá, segundo os biólogos, em nível celular, por uma série de deteriorações na eficiência do funcionamento das células, na ruptura nos filamentos de DNA que não são reparados, na perdada elasticidade em nível celular, na capacidade reduzida de produzir células T totalmente maduras, no sistema imunológico e na menor eficiência nas mudanças nas proteínas celulares.
Não se sabe por que ocorrem estas deficiências. Cada espécie tem um tempo programado de vida e, após este, a célula fica limitada e não consegue mais duplicar-se. Além disto, há os danos ambientais externos sobre ascélulas, prejudicando-as.
É importante deixar bem claro que as incapacidades físicas dessa fase são muitas e precisam de muita atenção, porém nem todas as pessoas passam por essas doenças da idade - como doenças cardíacas, fragilidades ósseas e problemas nas articulações, e também algumas doenças de cunho mental como o Alzheimer, depressão e mal de Parkinson.
Os idosos começam a apresentar perdade memória anterógrada (relativa à capacidade de armazenar novas informações), mas a memória retrógrada (lembranças mais antigas) continua funcionando relativamente bem. Também podemos ressaltar a diminuição da vida sexual nesta fase da vida.
No cérebro acontece uma redução no peso do mesmo, uma perda de matéria cinzenta, uma perda da densidade dos dendritos e uma desaceleração na velocidade dassinapses.
Aos 45 anos há normalmente o início da mudança na visão (a presbiopia) e também o início da perda normal da audição: a presbicose. A presbicose e outras mudanças na audição parecem resultar de uma degeneração gradativa de todas as partes do sistema auditivo.
Quanto ao olfato e paladar, pode-se afirmar que estão muito ligados à grande perda do interesse e motivação nessa idade...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resenha: perda auditiva no idoso
  • perda auditiva associada ao envelhecimento e à qualidade de vida do idoso
  • perda auditiva
  • Perda auditiva
  • Perda Auditiva
  • perda auditiva
  • PERDA AUDITIVA
  • Perda auditiva

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!