MONOGRAFIA UFES

Páginas: 9 (2040 palavras) Publicado: 24 de março de 2015
1- INTRODUÇÃO


O povo indígena Tupinikim foi um dos primeiros povos indígenas a ter contato com as caravelas portuguesas que chegaram ao território que hoje é conhecido como Brasil. No inicio da colonização eram de aproximadamente 55 mil indivíduos, atualmente, estão drasticamente reduzidos em cerca de dois mil.
Localizados no norte do Espírito Santo, especificamente no município de Aracruz,estão distribuídos em seis aldeias que são respectivamente: Caeiras Velha, Irajá, Comboios, Córrego do Ouro, Pau Brasil e Areal.
A aldeia Caeiras Velha é a mais populosa de todas. Próxima ao bairro Coqueiral (2 km), é cortada pela rodovia Rodovia Primo Bitti, possui uma área de capoeira, manguezal e mata atlântica. A aldeia Irajá, faz limite com a aldeia Caeiras Velha, e esta bem próxima à sede domunicípio Aracruz. Areal é uma aldeia ressurgida, foi repovoada, pós-demarcação iniciada em 2005, faz limite com a sede do município Aracruz. Pau Brasil, localiza-se próxima a fábrica da empresa Fibria Celulose, outrora, era Aracruz Celulose. Estas quatro aldeias situam-se na Terra Indígena Tupiniquim de aproximadamente 14mil hectare.
Já a aldeia Córrego do Ouro e Comboios localizam-se na TerraIndígena Comboios. Assim como a aldeia Areal, Córrego do Ouro também é uma aldeia ressurgida que fica entre o bairro vila do Riacho e Barra do Riacho, por sua vez, Comboios tem uma geografia bastante atípica das outras, é uma península litorânea, que a leste limita-se com o Oceano atlântico, a oeste com o rio Comboios, a norte com o bairro de Regência (município de Linhares), e ao sul o encontrodo rio com o mar.
Por muito tempo o povo tupinikim viveu um momento de anonimato, até que em meio a década de 70, do século passado, há um reconhecimento por parte dos órgãos governamentais competentes, o registro dos mesmos.
Com o sistema de aldeamento e uma colonização devastadora, os Tupinikim obrigatoriamente foram assimilando traços da cultura europeia.
“Com os aldeamentos, procurava-sedestruir a antiga estrutura familiar dos indígenas e, consequentemente, vários traços da cultura. As famílias, antes numerosas e que viviam em uma única casa, passavam a serem nucleadas e a viver em pequenas casas”. Cota, (2004, pag.26).
Diante de uma história que não foi tão diferente dos demais indígenas da América, os tupinikim vivem pressionados pelos desafios atuais da globalização, dascomunidades adjacentes, em se manterem como tal. A etnologia dos tupinikim é fundamental neste processo para demarcar o diferencial, em meio ao século XXI, ao capitalismo moderno, e a pressão em sua etnicidade.
Outro fator que objetiva este projeto é a importância deste para “orientar” os projetos na área da saúde indígena, educação indígena e gestão territorial.
De esta forma considerar-se a neste estudo,qual o marco fundamental dos tupinikim no século XXI, frente a outros indígenas e aos nãos indígenas.






















2- PROBLEMATIZAÇÃO


Atualmente o povo Tupinikim do município de Aracruz vem passando um processo de discriminação da sociedade adjacente de forma que os mesmos vêm sofrendo uma descaracterização identitária, onde a população ao entorno busca um estereótipo de índios“genérico” do século XVI. Com isto há uma autoestima baixa identitária por parte de muitos tupinikim, especialmente a população mais jovem, onde muitos não têm propriedade em sua defesa e preferem silenciar-se. Desta forma surge uma problemática, “qual é a minha marca tupinikim, qual é o meu diferencial” em meio a tanta pressão dos efeitos da globalização sobre os mesmos.


3- JUSTIFICATIVAS


Emboraexistam alguns escritos sobre os tupinikim, muitos deles, remontam a apenas ao passado usando os o verbo viver no passado “os tupinikim viviam”, isto não é o suficiente para confrontar com os desafios atuais de uma cultura globalizada massificadora.
Quando observamos um artefato, uma dança uma língua indígena, logo identificamos como deste ou daquele povo, exemplo, uma marca dos guarani, em...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • ufes
  • UFES
  • Vestibular ufes
  • trabalho da ufes
  • trabalho ufes
  • (Ufes) funções
  • prova ufes
  • manual ufes

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!