Momentos de Homoerotismo

Páginas: 29 (7076 palavras) Publicado: 23 de outubro de 2014
Jessé dos Santos Maciel
Momentos do Homoerotismo. A Atualidade: Homocultura e a Escrita Pós-Identitária.

26

MOMENTOS DO HOMOEROTISMO. A ATUALIDADE:
HOMOCULTURA E ESCRITA PÓS-IDENTITÁRIA.

Jessé dos Santos Maciel
(PG-UEL/CNPq)

RESUMO: Neste artigo apresentamos alguns momentos do homoerotismo na literatura
brasileira, em textos selecionados para análise, que visam desenhar umpercurso relevante
seguido nas representações da temática. Da desqualificação e silenciamento iniciais dos sujeitos
homoeróticos, ao reconhecimento do caráter fluido das posições de identidade, buscou-se
refazer um percurso possível. Como ponto de chegada foi escolhido o romance Onde andará
Dulce V eiga? Um romance B, considerado como exemplar da escrita que reconhece uma
homocultura e a dificuldadepara classificar os sujeitos em posições identitárias fixas, escrita
também chamada de pós-identitária.
PALAVRAS CHAVE: Homocultura; Homoerotismo; Pós-identidade.

O homoerotismo em alguns de seus momentos.
As boas maneiras, a educação formal e a elegância, são apenas algumas das qualidades
de Azevedo, personagem de O demônio familiar, peça de autoria de José de Alencar. Talvez
pudéssemosacrescentar certo cosmopolitismo, uma vez que, ao residir na Europa, este jovem
aristocrata brasileiro pôde ter acesso ao melhor do pensamento europeu de seu tempo.
Entretanto, não foi esta a abordagem escolhida por Alencar para o desenvolvimento do
papel do personagem na peça. Amaneirado, misturando de forma gratuita o idioma francês e
o português, o personagem passa de fato como uma possívelcaricatura da juventude
abolicionista brasileira, que contava com muitos jovens que estudaram no exterior.
Para Alencar, o filho de um padre metamorfoseado em senador do império, a inserção
do personagem justificava-se como alerta à sociedade sobre os perigos de expor jovens
moralmente fracos aos maus costumes de sociedades carcomidas pelo vício. Entretanto, o
autor não colocou as palavrasde advertência na boca de um personagem respeitável,
responsável, coube a Pedro o garoto escravo, o demônio do título da peça, sugerir que havia

Terra roxa e outras terras – Revista de Estudos Literários
Volume 7 (2006) – 26-38. ISSN 1678-2054
http://www.uel.br/cch/pos/letras/terraroxa

Jessé dos Santos Maciel
Momentos do Homoerotismo. A Atualidade: Homocultura e a EscritaPós-Identitária.

27

algo errado com Azevedo. Sussurrou Pedro ao seu dono: “Rapaz muito desfrutável, Sr.
môço! Parece cabeleireiro da Rua do Ouvidor!” (ALENCAR 1960: p.91).
Para o enfant terrible do romantismo brasileiro, o teatro constituía verdadeiro canal
para a promoção de valores morais na sociedade. Consciente das qualidades especiais de
linguagem necessárias ao meio teatral, foi no realismo francêsque Alencar buscou os moldes
para sua profusa dramaturgia, fazendo hábil uso na peça da figura do reasonair, personagem
que apresenta comentários e tece juízos morais. Não por acaso, assumiu o papel de reasonair
Eduardo, amado filho e irmão, médico, sucessor do patriarca falecido, e proprietário do
escravo problema Pedro.
Para defender a idéia de que a abolição da escravatura deveria ser oresultado da
humanização das relações entre senhores e escravos, algo como uma emancipação
espontânea, Alencar mostrou o perigo que a presença do escravo poderia representar aos
valores morais da família burguesa. Desencontros e fofocas, insolência e mentiras, são
apenas algumas das conseqüências da ação de Pedro, movido pelo desejo de ser alforriado
para tornar-se cocheiro. Apresentou-se comoargumento a favor de uma futura alforria
voluntária o perigo que a mente infantil, ou diabólica, do negro poderia representar.
Desqualificava-se também como interlocutor um estrato culto da sociedade, representado
por Azevedo, ao caracterizá-lo como moralmente frouxo e superficial, desfrutável.
O texto de José de Alencar demonstrou uma abordagem superficial, transversal, e
supressora de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Homoerotismo
  • Homoerotismo
  • Homoerotismo
  • MOMENTO DE UMA FOR A
  • momentos
  • Um momento
  • Momentos
  • Momentos

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!