Modelo Psicanalítico

Páginas: 8 (1970 palavras) Publicado: 22 de outubro de 2013
Modelo Psicanalítico

Características do Ego

Freud não teve a preocupação de delimitar pedagogicamente as características do Ego. De seus vários trabalhos, podemos enumerar as seguintes características como constituintes do Ego:
1. Da juízo de realidade. O Id dá o nível do desejo. O Ego partirá do desejo, da imagem formada pelo processo primário, para tentar construir na realidadecaminhos que possibilitem a satisfação do desejo.
2. Intermediário entre processos internos. Diante da manifestação do desejo, duas proibições podem opor-se: as proibições morais, oriundas do Superego, e as interdições da realidade objetiva. O desejo não conhece proibições. É necessário que o Ego, instância de realidade, nos estabeleça limites, ou possibilite-nos a aquisição de instrumentos para o voo.3. Setor mais organizado e atual da personalidade. Cabe ao Ego organizar uma síntese atual, tornando o indivíduo único e original e permitindo-lhe uma adaptação ativa ao mundo presente em que vive.
4. Domina a capacidade de síntese. Aqui englobamos todas as funções lógicas do funcionamento mental, que para a psicanálise são atributos do Ego.
5. Domínio da motilidade. O domínio do esquemacorporal instrumental, ou seja, o domínio das praxias é uma função do Ego.
6. Organiza a simbolização. O processo primário é plástico. O processo secundário, ao organizar a linguagem, organiza o domínio sobre as fantasias e fornece um instrumento de reter, elaborar e atuar sobre a realidade física e psíquica.
7. Sede de angustia.
a. Angústia real: normalmente dominada pelo medo.
b. Angústianeurótica: os desejos prevaleçam sobre os dados da realidade.
c. Angústia moral: é um sentimento acusatório no qual sentimos que erramos, que somos maus, e nada mais poderá ser feito a não ser espiar a culpa.


Superego
A terceira das instâncias dinâmicas da personalidade é o superego, responsável pela estruturação interna dos valores morais, ou seja, pela internalização das normas referentes ao queé moralmente proibido e o que é valorizado e deve ser ativamente buscado. A outra face do superego é a consciência moral. O superego é uma estrutura necessária para o desenvolvimento do grupo social.
Mecanismos de defesa
Chamamos de mecanismos de defesa os diversos tipos de processos psíquicos, cuja finalidade consiste em afastar um evento gerador de angústia da percepção consciente. Osmecanismos de defesa são funções do Ego e, por definição, inconscientes. O Ego situa-se em parte no conscientes e em parte no inconsciente. Principais mecanismos de defesa:
Repressão: impede que pensamentos dolorosos ou perigosos cheguem à consciência. É o principal mecanismo de defesa, do qual derivam os demais.
Divisão ou cisão: um objeto ou imagem com o qual nos relacionamos pode ter simultaneamentecaracterísticas que despertam nosso amor e o nosso ódio ou temor. Dividimos este objeto em dois. Um será o objetivo bom, portador das características de amor, o outro será o objetivo mau, que negaremos ou poderemos atacar sem vivenciar culpas.
Negação ou negação da realidade: não percebemos aspectos que nos magoariam ou que seriam perigosos para nós.
Projeção: quando nos sentimos maus, ou quandoum evento doloroso é de nossa responsabilidade, tendemos a projetá-lo no mundo externo, que ao nosso ver assumirá as características daquilo que não podemos ver em nós.
Racionalização: abstraímo-nos das vivências afetivas e, em cima de premissas lógicas, tentamos justificar nossas atitudes. Com isto tentamos nos provar que somos merecedores do reconhecimento dos outros.
Formação reativa:caracteriza-se por uma atitude ou um hábito psicológico com sentido oposto ao desejo recalcado.
Identificação: diante de sentimentos de inadequação, o sujeito internaliza características de alguém valorizado, passando a sentir-se como ele.
Regressão: é voltar a níveis anteriores de desenvolvimento, que em geral se caracterizam por respostas menos maduras, diante de uma frustração evolutiva....
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Modelo Psicanalítico
  • Resenha modelo psicanalitico,freud
  • Teorias do desenvolvimento Modelo Psicanalítico
  • Resumo- modelo psicanalítico
  • O brincar como modelo do m todo de tratamento psicanalitico
  • Movimento psicanalítico
  • Capítulo 2 Modelo psicanalítico Wagner Fiore 2.1 Freud e a Psicanálise – o trabalho inicial Resumo
  • Conceitos Psicanalíticos

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!