Minhas lembranças

Páginas: 5 (1238 palavras) Publicado: 18 de setembro de 2014
INSTITUTO SUMARÉ DE EDUCAÇÃO SUPERIOR
FACULDADE SUMARÉ

Prática de Ensino- Profº Isaias

Memorial de vida

Simone Kelly Dias
RA 1417666

São Paulo
2014

Assim começa minha história em 19 de Abril de 1979, sou a caçula de cinco
irmãos.
Nasci em uma época que como dizia meus pais, “de vacas gordas”, meu pai
tinha um grande bar e algumas posses, minha mãe sempre ajudou no bar, porisso então não ficou tanto tempo comigo e logo voltou para sua rotina.
Meu irmão Gerson, o segundo irmão então cuidava de mim, assim ela me
contou.
Mas como sempre nem tudo dura pra sempre, meu pai começa perder suas
posses e com um pouco mais de um ano após meu nascimento, fica sem o bar
também e começa a trabalhar com meu tio na feira.
A imagem ruim disso tudo só fui ter aos meus 5 anos deidade, ao ver minha
mãe saindo para trabalhar e eu chorando pedindo para que ela não fosse, mas
ela não tinha escolhas meu pai devido à hipertensão perdeu a visão, os
médicos disseram que ele voltaria enxergar se fizesse o uso correto da
medicação, lembro de guia-lo dentro de casa, mas brincava muito também em
frente da nossa casa.
Ele sempre foi um pai rígido, mas carinhoso também,principalmente comigo e
com minha irmã, de vez em quando o chinelo esquentava (risos), mas, não
éramos fáceis.
Lembro que quando eu tinha 9 anos meu pai perdeu os rins, ouvi quando
minha mãe contava pra minha tia, corri para a garagem e chorei muito, pois
ouvi a conversa toda, principalmente a parte em que ela dizia: os médicos
disseram que se ele não fizer um transplante logo, poderá morrerrepentinamente.
Eu por ser a mais nova já entendia que as coisas iriam mudar, como minha
mãe e irmãos trabalhavam decidi que acompanharia e estaria com ele em tudo.
Estive presente em suas consultas, em algumas sessões de hemodiálise,
compras no supermercado, açougue e no banco, enfim tudo que eu pudesse
aprender para poupar seus esforços, ou prestar sempre o meu carinho.
Nunca dei trabalho,principalmente na escola, até porque minha mãe
trabalhava e meu pai já não tinha tanta saúde assim, para esquentar a cabeça
comigo, brincava pouco temia em deixa-lo sozinho.
Ele meio que se tornou pãe, porque estava presente em todas minhas fases,
lembro quando fiquei mocinha e achava que iria morrer e ele com todo seu
jeito, ou melhor, falta de jeito me dizendo que não, que tudo aquilo eranormal
para as mulheres.

Em um piscar de olhos estava com 12 anos de idade, então resolvi ajudar mais
ainda, pedi para os enfermeiros me ensinar medir pressão, tinha dia em que
ele não conseguia, vi também que tinha como contribuir em casa,
financeiramente falando, abriu um mercadinho ao lado de casa e fui trabalhar
lá, conciliei o estudo, o trabalho e as sessões de homodiálise, aos finais desemana jogava vôlei, minha paixão na época.
Tive esta rotina até meus 14 anos, então, fui trabalhar em uma fábrica de
bonecas próximo da minha casa, colocamos ele para ir para clinica de
ambulância, minha companhia já não era tão necessária, nesta pequena
empresa conheci um rapaz que futuramente se tornou meu esposo, ele se
chamava Eliano, um jovem nove anos mais velho, mas isso não impediuque
namorássemos, tinha medo da reação do meu pai, então ficou em segredo.
Completei 15 anos, no mês seguinte e em Julho meu pai nos deixou, foi muito
doloroso, mas eu acompanhei de perto todo seu sofrimento, afinal não
conseguimos um doador compatível, o que me deu forças, minha mãe que
neste meio tempo saiu do trabalho, à pedido dele, para que pudesse passar
mais tempo ao lado dela.
Apóssua morte surgiram alguns problemas, todos nós filhos, perdemos o
emprego, foi algo que deixou todos muito preocupados, afinal meu pai mesmo
doente tinha respostas e solução pra tudo, mas e agora?
Bem tínhamos três casas de aluguel, mas não era o suficiente, meus irmão
conseguiram fazer alguns “bicos”, mas eu só consegui emprego depois de um
ano após a morte do meu pai.
Fui trabalhar em...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • lembranças
  • lembrancas
  • Lembranças
  • Lembranças Da infância E Lembranças Encobridas
  • Lembrança para briófitas
  • Dia da lembrança
  • gelidas lembranças
  • Uma pálida lembrança

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!