METODOS CIENTIFICOS

Páginas: 10 (2452 palavras) Publicado: 3 de setembro de 2014
Método sintético esse método desenvolve-se da parte para o todo apropriando-se da soletração que parte dos nomes , das letras e da emissão das silabas ,sempre em ordem crescente é um método que valoriza o fônico na alfabetização O método analítico defende que a leitura é um ato global e audiovisual os seguidores desse método começam atrabalhar a partir de unidades completas de linguagem depois dividi-las em partes menores. O método clinica é um método livre de conservação sobre um tema dirigido pelo interrogador seu objetivo é analise do conteúdo do pensamento infantil. É um método que inclui umapratica que testa hipótese sobre o funcionamento da inteligência de um sujeito enquanto raciocina. O construtivismo apresenta-se como uma revolução conceitual sobre a educação, demandando, entre outros aspectos, o abandono das teorias e práticastradicionais, de metodizando o processo de alfabetização e questionando a necessidade das cartilhas. No construtivismo, a maneira de construir o saber é muito ampla, incluindo, realmente, as ideias de descobrir, inventar, redescobrir, criar, sendo que aquilo que se faz é tão importante quanto o como fazer e o porquê de fazer. O sujeito tem um papel ativo no processo de aprendizagem, convivendo comtextos e pessoas alfabetizadas, estabelecendo uma ligação cognitiva a partir do que ele já sabe, das suas hipóteses, das suas necessidades e do que é capaz de problematizar. Dentro da teoria sócio histórica, são as condições sociais em que o sujeito estáinserido que mediarão o seu desenvolvimento no processo de aprendizagem, priorizando as interações entre os próprios alunos e entre eles e o professor. O objetivo, então, é fazer com que os conceitos espontâneos que as crianças desenvolvem em sua convivência social evoluam para o nível dos conceitos científicos. Nesse sentido, o educador assume o papel de mediador privilegiado na formação doconhecimento. A alfabetização busca a consoante unindo-se à vogal, mas de uma forma construtivista e não mecânica, como se fazia com as famílias silábicas (modelo tradicional). O objetivo é ampliar o universo das expressões da criança para facilitar a incorporação da escrita. A ênfase é na elaboração da fala, da escrita e da leitura como instrumentos simbólicos que repercutem no desenvolvimento mental. Osconstrutivistas são contra a elaboração de um material único para ser aplicado a todas as crianças, como as cartilhas, e rejeitam a prioridade do processo fônico. Por este método, as escolas, durante o processo de alfabetização, devem utilizar textos que estejam próximos do universo da criança.
Os defensores do método fônico culpam o construtivismo, base dos Parâmetros Curriculares Nacionais,pelos problemas de alfabetização no Brasil. Segundo os críticos, a concepção construtivista, em muitos casos, ignora que os estudantes de classe baixa, vindos de famílias menos letradas, trazem de casa uma bagagem cultural muito pequena, dificultando a sua adaptação a este método. Agora fazendo uma análise destas duas formas, de alfabetização. Chegamos a conclusão que as vantagens de uma para outraforma, vão depender de vários fatores.
O professor e seu conhecimento do assunto, o aluno e seu desenvolvimento maturacional e suas hipótese sugeridas por Emília Ferreiro.
Os especialistas não tem um consenso e por este motivo muitos adotam um método eclético, e outros o construtivista.
Resumindo para cada época um método foi superior , mas na atualidade as crianças e a sociedade exigem um...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • conhecimento cientifico e metodo cientifico
  • Métodos científicos
  • Metodos cientificos
  • Metodo cientifico
  • metodo cientifico
  • Metodos cientificos
  • Métodos Cientificos
  • Métodos Científicos

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!