Menino De Engenho

Páginas: 5 (1138 palavras) Publicado: 10 de setembro de 2015
MENINO DE ENGENHO

I – Considerações gerais
Publicado em 1932, é o primeiro livro da série “Ciclo da cana-de-açucar”: Doidinho(1933), Banguê(1934), Usina(1936), Fogo Morto(1943)
O ciclo mostra o processo de decadência dos engenhos da Zona da Mata Nordestina.
O enredo é basicamente o mesmo apresentado no livro “Meus Verdes Anos”.
Mescla de ficção e memórias, onde o memorialismo chega a afetar suacriatividade.

II – Ambiente
O romance se passa no município de Pilar, na Zona da Mata Paraibana, às margens do Rio Paraíba, distante cerca de 50 km. De João Pessoa.

III – Narrador:
Narrador de primeira pessoa, protagonista (Carlos)
Narrador adulto, com a perspectiva da criança
Mãe é assassinada pelo pai e o mesmo é preso
Relato saudosista da infância no Engenho do avô

IV – Observações sobre oenredo
Complexo de orfandade
Tristeza e doença do menino
Liberdade e libertinagem no engenho

V - Personagens
Coronel José Paulino – dono do engenho Santa Rosa, avô de Carlos. Homem honesto e respeitado; tido com herói ( Mito ) pelo neto.
Dona Maria – tia que o adota como filho, fato que se intensifica com a morte da prima Lili. Mais tarde, casa-se para decepção de Carlos.
Tio Juca - libertinoPrima Lili – primeiro amor de Carlos. Menina de saúde frágil, possui pele clara, olhos azuis e cabelos loiros que o encantam.
Tia Sinhazinha- odiada por todos, é autoritária e não respeita ninguém. Carlos recebe sua primeira surra dela.
Maria Clara – primeira namorada do menino, com quem ocorre seu primeiro beijo. Prima do Recife, conta-lhe grandes aventuras da cidade.
Antônio Silvino – cangaceiroperigoso da região, amigo do Coronel Paulino.
Velha Totonha – contadora de histórias
Negro Passarinho – bêbado que vivia cantando.
Dr. Figueiredo, Zé Guedes – professores do menino
Zefa Cajá - prostituta

VI– Enredo:
A história é como se fosse um “processo de aprendizagem do mundo”
Realidade física e social nordestina servindo de cenário
Enredo linear, com 40 capítulos, que se inicia quando omenino tem quatro anos e termina quando ele, aos doze anos, deixa o engenho para ir ao colégio interno.
Morte da mãe, doença e temperamento do pai: carinhoso com o filho, excitado e nervoso, sensível, alternando momentos de cólera com momentos de ternura.
“A morte de minha mãe me encheu a vida inteira de uma melancolia desesperada. Por que teria sido com ela tão injusto o destino, injusto com umacriatura em que tudo era tão puro? Esta força arbitrária do destino ia fazer de mim um menino meio cético, meio atormentado de visões ruins.”
Mudança para o Engenho do avô e começo de uma nova vida: brincadeira com os moleques, o leite no curral, as árvores, a comida, os banhos no rio, a produção de açúcar, etc..
A dualidade entre a Tia Maria, que começa a ensinar-lhe as primeiras letras, e a TiaSinhazinha, que o surra porque seu pião caíra em seu pé.
“A velha levantou-se com uma fúria para cima de mim, e com o seu chinelo de couro encheu-me o corpo de palmadas terríveis. Bateu-me como se desse num cachorro, trincando os dentes de raiva. E se não fosse a tia Maria que me acudisse, ela teria me despedaçado. Eu nunca tinha apanhado(...) Fui dormir imaginando tudo o que era vingança contra odiabo da velha.”
Enchente do Rio Paraíba ( Proximidade entre senhor e povo \ pecado )
Relatos da promiscuidade:
“Concorríamos também no amor com os touros e os pais-de-chiqueiro. Tínhamos as nossas cabras e as nossas vacas para encontros de lubricidade. A promiscuidade selvagem do curral arrastava a nossa infância às experiências de prazeres que não tínhamos idade de gozar.”
Relatos dareligiosidade do povo e dos castigos a que eram submetidos(Chico Pereira e o caso da mulata Maria Pia)
Velha Totonha e suas histórias: lobisomem, caipora, mula-sem-cabeça, etc.
“Mas nós, quando o víamos passar com as suas cestas de ovos, fugíamos da estrada com medo. Diziam também que ele comia fígado de menino e que tomava banho com sangue de criança de peito.” ( José Cutia )
Após quatro anos no engenho,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • O menino de Engenho
  • O menino de engenho
  • Meninos de engenho
  • menino do engenho
  • menino do engenho
  • O menino do Engenho
  • MENINO DE ENGENHO
  • menino de engenho

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!