Melaleuca

Páginas: 7 (1582 palavras) Publicado: 7 de agosto de 2013
Universidade de São Paulo



Farmacognosia





Pesquisar efeitos tóxicos, primeiros cuidados com
o indivíduo intoxicado e órgãos que dão atendimento em caso de intoxicação com plantas.








2013
Plantas Tóxicas
Segundo dados do Ministério da Saúde, ocorrem cerca de 2.000 casos de intoxicações por plantas no Brasil. Destes, cerca de 70% ocorrem com crianças.
Ascrianças com idades entre 0 e cinco de anos de idade intoxicam-se, geralmente, com plantas cultivadas em vasos dentro das residências. Entre as principais plantas causadoras de intoxicações nessa faixa etária está o comigo-ninguém-pode. Nas células das folhas e dos caules dessas plantas existem uma grande quantidade de cristais de oxalato de cálcio na forma de agulhas que perfuram a boca da criançaquando estas ingerem partes dessas plantas.
Os casos de intoxicações com crianças que possuem entre 06 e 12 anos ocorrem principalmente com a coroa-de-cristo, a mamona e o chapéu-de-napoleão.
As intoxicações entre os adultos também são frequentes, sendo causados, principalmente, pelo uso inadequado de plantas medicinais, pelo uso de plantas alucinógenas e abortivas. Entre as plantas tóxicas que maiscausam intoxicações nos adultos podem ser citadas a buchinha e a saia-branca (beladona). Clique aqui para ver uma listagem das plantas tóxicas

Efeitos Tóxicos
Das plantas citadas segue os efeitos e os cuidados a serem tomados no caso de intoxicação:
Comigo-ninguém-pode - A mastigação, ainda que de pequenas porções das folhas ou pecíolos, causa uma intensa irritação das mucosas da boca,faringe e laringe. Os sintomas iniciam-se com salivação abundante, dores na boca, na língua e nos lábios. Subseqüentemente, ocorre edema das mucosas que tiveram contato direto com a planta. Nos casos mais graves apenas efeitos gastrintestinais como náuseas e vômitos, foram relatados. O contato com os olhos provoca lesões da córnea, acompanhadas por dor e fotofobia. O tratamento nos caso de ingestão éapenas sintomático. Usualmente são utilizados demulcentes, como leite e água, e pacotes de gelo para aliviar o desconforto do paciente. No caso de envolvimento com os olhos há a necessidade de maiores cuidados, a fim de se evitar abrasões da córnea.
coroa-de-cristo -Comuns são os incidentes em adultos em atividades de jardinagem, provocados pelo contato do látex através com a pele ou o contato damão suja de látex com os olhos durante a poda. Em crianças, o contato ocorre freqüentemente durante as brincadeiras, ao tirar leite da planta para fazer “comidinha”. Casos de ingestão são mais raros, provavelmente devido ao sabor desagradável do vegetal e ao rápido aparecimento dos sintomas irritativos da mucosa oral. A exposição aguda da pele ao látex causa uma condição inflamatória direta sobrea epiderme, que é caracterizada por vermelhidão, inchaço, dor e necrose dos tecidos. Os pacientes que tiveram seus olhos acidentalmente instilados com o látex não apresentaram injúrias oculares significantes, quando tratados imediatamente. Entretanto, pacientes que demoraram em procurar ajuda médica apresentaram complicações como úlcera corneal, perfuração da córnea e conseqüente cegueira. Emtodas as ocorrências o tratamento foi sintomático. No caso do contato com a pele, quando medidas de higiene (como lavagem prolongada do local) forem tomadas a tempo, não ocorre o desenvolvimento de lesões sérias. Se o contato for com os olhos, após lavagem prolongada com grande quantidade de água corrente, é recomendado o uso de colírios anti-sépticos. Em lesões mais graves, é aconselhado o uso decorticóides e anti-histamínicos. Nos casos de ingestão, a lavagem gástrica é desnecessária, sendo recomendada somente se a quantidade de planta ingerida for considerável. A administração de carvão ativado, de laxantes, de analgésicos e dedemulcentes, como leite e óleo de oliva, é recomendada.
Mamona - As sementes desta planta são extremamente atrativas para crianças, levando-as a ingerir...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • melaleuca
  • oleo de melaleuca na podologia
  • uso da melaleuca em veterinária
  • Estresse hídrico na produção de oe de melaleuca
  • Tratamento de molusco contagioso com óleos essenciais como o tea tree (Melaleuca alternifolia)

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!