Lord Byron

Páginas: 2 (253 palavras) Publicado: 8 de abril de 2015
Lord Byron:
O mais extravagante dos grandes escritores romântistas, George Gordon Byron ou Lord Byron foi provavelmente um dos poetas mais em voga na época. Elecriou um herói romântico imensamente popular-provocante, melancólico, assombrado por uma culpa secreta-que para muitos servia de modelo. Ele era um ''Paradoxoromântico'': um líder da revolução poética da era, ele nomeou Alexander Pope como seu mestre; apesar de idealista, ele nunca perdeu contato com a realidade; ele era um deístamas era um pensador livre, ele reteve de sua juventude um senso calvinista de um pecado original; um nobre que promovia a liberdade em seus trabalhos e em suas ações,dando seu dinheiro, tempo, energia e finalmente sua vida para a guerra Grega pela independência. Sua personalidade poderia ser notada pelos aspectos de seus trabalhoscom os seguintes genêros textuais: Sátiras, narrativas, odes, textos líricos, dramas especulativos, tragédias históricas, poesias tratando de seus assuntos pessoais,monólogos dramáticos, textos épicos tratando-se de asssuntos com um caráter serio e ao mesmo tempo cômico e volumosas correspondências. Em seu dinamismo, sexualidade,revelações de si mesmo e demandas pela liberdade para pessoas oprimidas em qualquer lugar, Byron cativou uma inteligência ocidental e um coração que poucosescritores possuíam, marcando o século 19 com suas cartas, artes, politicas, sua maneira peculiar de se vestir, sua imagem e seu nome, personificando o romantismo.
Fonte:http://www.poetryfoundation.org/bio/lord-byron OBS: o site estava em inglês então eu mesmo acabei fazendo a tradução fazendo com que o texto possa apresentar erros.
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • lord byron
  • Lord byron
  • Lord byron
  • Lord byron
  • Lord Byron (Básico/Byronismo)
  • Poemas de lord byron
  • A vida e a obra de lord byron
  • Biografia de lord byron

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!