literaturas expressão portuguesas

Páginas: 9 (2021 palavras) Publicado: 17 de setembro de 2014
Por vezes as maiores surpresas vêm de onde menos se espera. “Na Cidade Vazia” é um desses felizes casos. O filme foi a segunda obra cinematográfica a ser produzida em Angola após a guerra civil e o primeiro filme angolano a ser realizado por uma mulher, nomeadamente, Maria João Ganga. O elenco é composto na sua generalidade por actores e actrizes amadores, tendo efectuado um grande êxitointernacionalmente graças à presença em vários festivais de cinema e ao lançamento em DVD pela Global Film Initiative. Confesso que não sou um especialista no cinema de Angola, tendo “Na Cidade Vazia” sido o primeiro filme deste país que tive a oportunidade de visionar e em bom tempo o consegui fazer. Esta é uma pérola cinematográfica, que infelizmente pouca ou nenhuma divulgação teve em Portugal, tendovencido o Prémio Especial da edição de 2004 do Festival de Cinema Africano, em Milão, para além de ter sido distinguido no Festival Internacional de Filmes de Mulheres em França e no Festival de Paris, onde recebeu o Prémio Especial do Júri. “Na cidade Vazia” estreou originalmente em 2004, no International Film Festival Rotterdam, na Holanda, tendo posteriormente estreado em Angola, e efectuado umsucesso considerável a ponto de ter sido lançado em DVD, numa edição sem extras e bastante simples. O que é curioso é que um dos primeiros filmes angolanos após o período da Guerra Civil vai efectuar uma crítica dura à situação em que se encontra o país, em 1991, através de N´dala, um jovem órfão que vagueia pelas ruas de Luanda em busca de um rumo, nesta “cidade vazia”.

“Na Cidade Vazia”começa com uma sequência poderosa visualmente, ao apresentar o interior de um avião, que percorre a rota do Bié para Luanda. O avião transporta uma religiosa e vários órfãos de guerra, um conjunto de militares e civis e um caixão com um dos mortos no conflito militar. Se o falecido já não tem a oportunidade de exprimir-se, os vivos apresentam um semblante carregado e um ar fatigado e cansado pelaguerra. Quando chegam ao aeroporto, o jovem N´dala (Roldan Pinto João) consegue fugir da freira e decide conhecer a cidade de Luanda por si próprio. A partir daqui a trama passará a dividir-se em duas frentes, na primeira temos o jovem N´dala a deambular pelas ruas de Luanda, enquanto na segunda temos a Freira interpretada por Ana Bustorff a procurar pelo jovem órfão. A trama principal segue o jovemnatural do Bié, uma criança muito marcada emocionalmente pela perda dos pais, pelos crimes atrozes que presenciou e por ter sido afastado das suas raízes ao ser levado para Luanda, uma cidade para si desconhecida, onde irá viver algumas peripécias. A caminhada de N´dala é caracterizada pela forma contemplativa, crua e algo intimista com que a realizadora escolhe filmar as cenas, com a capitalAngolana e as suas gentes a serem aproveitadas da melhor maneira, para Maria João Ganga pintar um fresco do território. Enquanto vagueia pelas ruas de Luanda, N´dala começa por deparar-se com um estranho conjunto de pessoas que vive neste espaço urbano, indo encontrar alguma tranquilidade e bons conselhos junto do pescador António.

Pouco tempo depois o jovem do Bié conhece Zé (Domingos Fernandes),um indivíduo quase da sua idade, que se encontra a estudar para uma peça de teatro na escola, sobre a vida do lendário Ngunga, cujos paralelos com N´dala são por demais evidentes. Tal como N´dala, Ngunga é um órfão cujos pais foram assassinados, sendo que ambos caminham erraticamente em busca de um rumo e terão um destino trágico. Zé vai ser o grande amigo e companheiro de N´dala, conseguindoconvencer a sua irmã Rosita a deixar o jovem rapaz a ficar na casa desta. É através de Zé que o jovem interpretado por João Roldan conhece pela primeira vez uma sala de cinema, que conhece a lenda do Ngunga, que volta a partilhar uma amizade com alguém da sua idade. A partir do momento em que passa a viver na casa da irmã de Zé, N´dala passa a contactar e a conhecer o lado mais nefasto e negro da...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Literatura Portuguesa
  • Literatura portuguesa
  • Literatura portuguesa
  • literatura Portuguesa
  • Literatura Portuguesa
  • Literatura Portuguesa
  • Literatura portuguesa
  • Literatura portuguesa

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!