Literatura e ensino

Páginas: 6 (1367 palavras) Publicado: 29 de abril de 2013
Lite
[pic]

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA - UFSC

CENTRO DE COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO – CCE

DEPARTAMENTO DE LÍNGUA E LITERATURA VERNÁCULAS – LLV

DISCIPLINA: LITERATURA E ENSINO



“Escrever é fácil: você começa com uma letra maiúscula e termina com um ponto final. No meio você coloca idéias.” (Pablo Neruda)




Após analisarmos e discutirmos areferida definição de Roland Barthes acerca da literatura, podemos dizer que concordamos com Barthes. Para nós, a literatura também não é apenas um conjunto de obras, mas a prática do escrever, uma vez que a escritura nada mais é do que a fala de um outro materializada no ato da construção do texto.

Ainda que muito possam contestar afirmando que nem toda escrita é literatura, Barthes deixa claroem seu posicionamento que não é qualquer grafo digno de ser literatura, mas um grafo complexo das pegadas da prática de escrever. “”

A literatura a escritura ou o texto da a quem as escreve um poder absoluto.

Ao considerar a literatura como grafo complexo das pegadas de uma prática: a prática de
escrever.” Barthes deixa um vasto sentido à literaturahttp://pt.wikilingue.com/es/Literato



Em sentido amplo, Literatura é todo o texto que expressa uma idéia por meio de palavras. Nesse caso, qualquer texto é Literatura: um estudo de medicina, uma receita culinária, um texto de jornal, o comentário de um filme etc.
Em sentido mais restrito, Literatura é a arte do uso da palavra. Assim como a música se faz pela combinação de sons, a pintura se faz no jogode cores e formas, a dança com movimentos ritmados, a Literaturaé a arte feita com palavras de forma individual e criativa com a finalidade de causar uma emoção, um estranhamento, uma reflexão, capaz de nos tirar da sonolência dos nossos gestos rotineiros e levar-nos à apreensão de uma “realidade especial” que, sem aLiteratura, não teríamos descoberto.



A escrita enquanto prática do gestoarcaico de recortar e colar traz à
discussão a presença de um texto no outro, seja como citação, como
reescrita ou mesmo como processo de criação. A escritura é, em todos os
níveis, a fala de um outro que se materializa no ato da construção do
texto. Não é sem razão que Barthes entende por literatura “não um corpo
ou uma seqüência de obras, nem mesmo um setor de comércio ou de
ensino, mas ografo complexo das pegadas de uma prática: a prática de
escrever.” (BARTHES, 2004, p.16-17). O escritor, nas palavras de
Barthes, “pode apenas imitar um gesto sempre anterior, jamais original;
seu único poder está em mesclar as escrituras, em fazê-las contrariar-se
umas pelas outras, de modo que nunca se apoie em apenas uma delas.”
(BARTHES, 1980, p. 62). O texto é feito de escriturasmúltiplas que
dialogam umas com as outras em forma de paródia, de contestação e de
outras formas de repetição



Assim como Bakhtin, Barthes atribuiu à língua uma função maior que a simplesmente de comunicar, viu na língua o "objeto em que se inscreve o poder", afirmando que "a linguagem é uma legislação" e "a língua é seu código". Continuou afirmando que "nãovemos o poder que reside na línguaporque esquecemos que toda língua é uma classificação, e que toda classificação é opressiva". Diz ainda que a língua é fascista, pois não impede o sujeito de dizer, mas obriga-o a dizer. Barthes vê a língua como símbolo do poder e objeto de alienação humana. Para ele, a literatura é a única forma de trapacear a língua. Vejamos o que o escritor entende porliteratura:

Entendo por literatura nãoum corpo ou uma sequência de obras, nem mesmo um setor de comércio ou ensino, mas o grafo complexo das pegadas de uma prática de escrever. Nela viso, portanto, essencialmente, o texto, isto é, o tecido dos significantes que constitui a obra, porque o texto é o próprio aflorar da língua, e porque é no interior da língua que a língua deve ser combatida, desviada: não pela mensagem de que ela é o...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Ensino da literatura
  • Ensino da literatura
  • O ensino da literatura no ensino médio
  • Ensino de literatura ensino fundamental
  • Metodologia do ensino de literatura
  • Estagio de literatura no ensino medio
  • Leitura e literatura no ensino médio
  • A LITERATURA INFANTOJUVENIL NO ENSINO BÁSICO

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!