Língua de sinais

Páginas: 26 (6406 palavras) Publicado: 22 de maio de 2012
A IGREJA MONÁSTICA E A CONSTITUIÇÃO DA LÍNGUA DE SINAIS E DO ALFABETO MANUAL
REILY, Lucia - Unicamp e Puc-Campinas
REILY, Duncan Alexander
GT: Educação Especial /n.15
Agência Financiadora: Não contou com financiamento

Introdução
Os primórdios da história da educação especial foram registrados em diversos tipos de documentos e textos, aos quais não se tem acesso direto no Brasil. Atéhoje, livros clássicos como a publicação francesa do médico/educador Edouard Seguin (1866) que discorre sobre sua metodologia fisiológica na educação de deficientes mentais, o livro clássico de John Langdon Down (1877) em que o médico inglês registra a síndrome que denominou de mongolismo, e as metodologias de educação de surdos do abade de l‘Épée (1779) não foram traduzidos e publicados emportuguês. Os relatórios de Jean Itard sobre o processo de ensino de Victor, o menino selvagem de Aveyron foram traduzidos apenas muito recentemente para o português, incluídos na importante contribuição de Banks-Leite e Galvão (2000).
Como resultado, muitos textos acadêmicos da área de educação especial no Brasil se caracterizam por realizar citações das citações dos autores que tiveram oportunidadede manusear os registros no exterior. Essa prática vem levando a um distanciamento das fontes primárias, como também a um certo reducionismo sobre os movimentos históricos significativos. Percebemos, por exemplo, que alguns elos se perderam e que faltam dados importantes na narrativa histórica em textos acadêmicos recentes que procuram fornecer uma fundamentação histórica na área da surdez,antes de discutir o recorte pretendido pelo autor. Um autor cita o outro, sem recorrer a fontes primárias, e os equívocos vão se multiplicando.
Com relação à história da educação dos surdos, e particularmente do advento da língua de sinais no ensino destes alunos, a redução recorrente fragmenta aspectos que se relacionavam e perpetua interpretações equivocadas. Citam-se fatos isolados, comoos seguintes:
1. No período medieval, surgiu a língua de sinais nos mosteiros, como forma de driblar o voto do silêncio.
2. No século XVI, o frade espanhol Pedro Ponce de Leon foi pioneiro na educação dos surdos da nobreza, baseado na oralização e no ensino da escrita;
3. Em 1620, Juan Bonet, outro espanhol, publicou o primeiro livro de educação de surdos, com o alfabeto manual.
4. NaFrança, o abade Charles Michel de l´Épée foi pioneiro na valorização da língua de sinais na educação dos surdos e aprendeu a língua de sinais com grupos de surdos que vagavam pelas ruas de Paris, trabalhando com surdos de 1760 até sua morte em 1789.
Vejamos, por exemplo, reflexões de Oliver Sacks num trabalho que muitos no Brasil têm utilizado como referência sobre o marco zero da língua de sinais naeducação de surdos.
“O que muda a história, o que desencadeia revoluções, é o encontro das duas coisas. Uma mente superior — a do Abade de l‘Épée — tinha de encontrar um costume humilde — a linguagem de sinais dos surdos pobres que perambulavam por Paris — para possibilitar uma transformação extraordinária. (Sacks, 1994: 32).

Assinalamos em negrito uma frase na citação de Sacks, porqueveremos, na presente revisão histórica, que Sacks, sintetizando fatos históricos pesquisados por Lane (1984), sugere um processo que não aconteceu exatamente da maneira como ele coloca.
Na história dos primórdios da educação dos surdos há diversas questões mal explicadas, entre elas as seguintes:
1. Como ocorreu o processo de apropriação da língua de sinais pelo abade de l´Épée? Ele tevecontato com a língua de sinais utilizada nos mosteiros?
2. Os surdos de Paris certamente não conheciam o alfabeto manual, então como este sistema, publicado por Bonet em 1620 na Espanha, chegou até o abade l´Épée em meados do século XVIII?
3. Qual foi a contribuição dos religiosos na propagação da língua de sinais? Qual o sentido do voto do silêncio, e até quando essa prática perdurou? A...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • o que é lingua de sinais
  • Lingua de sinais
  • Lingua de sinais
  • LINGUAS DE SINAIS
  • Lingua de Sinais
  • Língua de Sinais
  • lingua de sinais
  • LINGUA DE SINAIS

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!